Paraná tem 306 medalhistas na Olimpíada Nacional de Eficiência Energética

Os primeiros colocados participaram nesta quarta-feira (07) da premiação na sede da Aneel em Brasília. A competição educativa teve 2,6 mil inscritos no Paraná. A ONEE 2022 é uma iniciativa da Agência Nacional de Energia Elétrica.
Publicação
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O ano letivo está terminando com o reconhecimento aos competidores com melhor desempenho na 2ª Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE 2022). Os primeiros colocados participaram nesta quarta-feira (07) da premiação na sede da Aneel em Brasília. A competição educativa teve 2,6 mil inscritos no Paraná e 306 medalhistas, sendo 78 medalhas de ouro, 121 de prata e 107 de bronze.

O estudante do 8º ano Vitor Hoffmann Vieira, do Colégio Santo Anjo, de Curitiba, e a professora Gisele Campi Pereira Voltolin, da Escola Estadual Dom Pedro I de Lidianópolis, no Vale do Ivaí, serão contemplados com notebooks pela primeira colocação na área de concessão da Copel.

Vitor comemorou a conquista e destacou o papel das olimpíadas no aprendizado. “A importância desta e de outras olimpíadas é a de fomentar o nosso conhecimento sobre determinados assuntos, como no caso da ONEE 2022, a sustentabilidade e a eficiência energética”, afirmou.

Os alunos Eduardo Antônio Silva Guibor, do Colégio Militar da Capital, e Luan Fonseca Linzmeier da Silva, da Escola Estadual Carlos Gomes de Iguatu, no Sudoeste do Estado, foram respectivamente 2º e 3º colocados na competição, e também receberão um notebook como prêmio.

A Escola Estadual Carrão, de Assaí, se destacou pelo bom resultado dos alunos, que conquistaram ao todo 50 medalhas. A relação completa dos contemplados pode ser vista na página www.onee.org.br.

A ONEE 2022 é uma iniciativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que conta com a coordenação do Instituto da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) e com a realização de concessionárias que operam em 22 estados e no Distrito Federal, entre elas a Copel.

O gerente de Gestão da Inovação e coordenador do Programa de Eficiência Energética da Copel, Marcelo Gonçalves, destaca que a disseminação de conhecimentos sobre o uso eficiente da energia é benéfica para toda a sociedade. “Todos os participantes estão de parabéns pela iniciativa de aprender sobre um tema tão importante e que faz parte do nosso compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirmou.

Os participantes tiveram um curso de três módulos, que contemplaram temas como a energia e suas transformações; fontes e matrizes energéticas; produção/geração de energia e consumo consciente; e ações de eficiência energética e combate ao desperdício.

GALERIA DE IMAGENS