Obras são premiadas na abertura da II Mostra Visões de Arte, no Espaço Cultural BRDE

Mostra receberá o público até 06 de janeiro. Foram premiados os trabalhos de Ariane Labre, Márcia Dalcin e Márcia Széliga. Participam da exposição 22 artistas ligados à Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná.
Publicação
Editoria

Confira o áudio desta notícia

A II Mostra Visões da Arte, aberta ao público nesta terça-feira (06), recebe obras de 22 artistas, previamente selecionados, para uma exposição coletiva, no Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões. As obras que conquistaram os três primeiros lugares no edital foram premiadas na abertura da exposição.

O mostra reúne uma variedade de pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e fotografias de artistas ligados à Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP) e membros da Academia de Cultura de Curitiba (ACCUR). Os trabalhos foram selecionados por uma comissão julgadora, composta por todos os correalizadores.

As pinturas “Jamelão” e “Carambola”, feitas com técnica mista (tinta acrílica, lápis para vidro e carvão sobre tela), da artista Ariane Labre, ficaram em 1º lugar. Em 2º ficaram os quadros de tinta acrílica sobre tela de Márcia Dalcin e, em 3º as ilustrações “Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau”, “O Espantalho de Oz e a Bruxa de João e Maria” e “A Bela e a Fera”, de Márcia Széliga, feitas com lápis de cor. As vencedoras receberam prêmios da ACP e certificados.

As artistas Ana Serafin e Cristina Beltrami receberam menções honrosas por suas criações sobre tela e tecido, respectivamente. Os visitantes da exposição poderão votar em suas obras favoritas. O vencedor pela avaliação do público será revelado no dia 06 de janeiro de 2023, ao fim da mostra, e também receberá uma menção honrosa.

Para o diretor-presidente do BRDE, Wilson Bley Lipski, a II Mostra Visões da Arte é uma iniciativa que fortalece a difusão cultural e a economia criativa. “Esse edital busca selecionar artistas associados a essas duas entidades, no entanto, é um modelo de edital que propõe uma ação conjunta visando o fortalecimento desta cadeia produtiva que é a economia da cultura”, comentou.

A presidente da Academia de Cultura de Curitiba, Maria Inês Pierin Borges da Silveira, falou sobre as parcerias que tornaram o evento possível. “A diretoria e a comissão de cultura quiseram enaltecer a arte através dos artistas para estimular e apoiar o acadêmico na divulgação de sua arte junto ao público. O artista não trabalha apenas para si, mas sim para todos que consomem a arte de alguma maneira”, disse.

“Só temos a agradecer o planejamento da APAP e o carinho da equipe do BRDE, que nos ajuda sempre. Vamos finalizar o ano com clima de festividade durante esse evento”, completou o presidente da APAP, Luís Gustavo Vidal.

A analista de Projetos do BRDE, Thais Paola Gradi, explicou que um dos objetivos, como banco de fomento, é apoiar a cultura. “Fazemos isso mantendo o Espaço Cultural – Palacete dos Leões, desde 2005, e queremos apoiar iniciativas que tornem essa casa um espaço democrático para que cada vez mais pessoas venham conhecê-lo. É um espaço da comunidade, um lugar para nos sentirmos em casa”, afirmou.

Também estiveram presentes no evento a coordenadora do Conselho de Cultura da Associação Comercial do Paraná (ACP), Dislene Freitas, e o diplomata-chefe do Escritório do Itamaraty no Paraná, Paulo Pinheiro Machado.

Serviço:

A exposição está aberta à visitação até o dia 06 de janeiro, das 13 às 18 horas.

O agendamento pode ser feito pelo site www.brde.com.br/palacete.

A entrada é gratuita.

GALERIA DE IMAGENS