Com mais 2.292 vagas em 63 cidades, projeto Carretas do Conhecimento segue em 2022

Anúncio da renovação do programa, uma parceria do Governo com a Volkswagen do Brasil e Senai-PR, ocorreu nesta quinta. Serão oferecidos cursos profissionalizantes gratuitos em unidades móveis com estrutura para as aulas.
Publicação
17/03/2022 - 20:30
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O Governo do Estado anunciou a renovação do projeto Carretas do Conhecimento, programa de qualificação implementado no Paraná em 2019. A ação é em parceria com Volkswagen do Brasil e o Senai-PR e vai ofertar mais 2.292 vagas gratuitas para cursos de qualificação em 63 cidades do Paraná.

Os cursos começam em abril, com investimento previsto de R$ 2 milhões apenas para essa nova fase.

A assinatura da prorrogação do acordo ocorreu nesta quinta-feira (17) em um evento no Palácio Iguaçu com a presença do vice-governador Darci Piana, do secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost, e do diretor de Administração e Relações institucionais da Fundação Grupo Volkswagen, Vitor Hugo Neia.

“A proposta das Carretas do Conhecimento é espetacular, uma garantia de qualificação e geração de emprego. O Paraná vive um bom momento, pacificado, por isso garantiu mais de R$ 100 bilhões em investimentos privados desde 2019. E esses empresários querem empregar quem estudou, quem se qualificou para a vaga, é exatamente o que esse projeto faz”, destacou Piana.

“E mais do que isso, pode despertar nesse pessoal a possibilidade de abrir a sua própria empresa, garantindo ainda mais oportunidades”, acrescentou o vice-governador.

As Carretas do Conhecimento são unidades móveis equipadas com salas de aula, oficinas e toda a infraestrutura necessária para a formação profissional. Desde 2019, o programa já ofereceu mais de 8 mil vagas no Paraná.

Em 2022, serão oferecidas aulas de mecânica de automóveis, eletricidade automotiva, automação industrial, panificação, corte e costura, instalação de aparelhos de ar-condicionado, mecânica industrial, mecânica de motocicletas, informática e eletricidade predial. A programação das cidades ainda será divulgada.

“A Fundação Grupo Volkswagen tem a vocação de mover pessoas pelo conhecimento. Para isso, abraçamos a mobilidade social e inclusão como uma de nossas causas prioritárias. Com as Carretas do Conhecimento esperamos impulsionar a empregabilidade e o empreendedorismo de cada vez mais paranaenses, contribuindo para o desenvolvimento local”, afirmou Neia.

As aulas da edição 2022 terão turmas nos períodos da tarde e da noite, de segunda a sexta-feira. Os cursos serão totalmente presenciais, com duração de 80 horas. As matrículas serão realizadas pela Sejuf, em parceria com as prefeituras participantes.

“O Paraná atualmente é um grande celeiro de empregos. Batemos recordes ano passado com a geração de mais de 172 mil empregos com carteira assinada. Somos também quem mais oferece vagas no País por meio das Agências do Trabalhador. Agora, com essa formação técnica oferecida pelo Senai, essa gente terá novas oportunidades para mudar de vida”, avaliou Leprevost.

“É a possibilidade de a pessoa aprender um ofício, voltar ao mercado de trabalho ou mudar de área. Uma chance que vai passar pelos 399 municípios do Paraná”, ressaltou a chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda da Sejuf, Suelen Glinski.

OPORTUNIDADE – Alunos dos municípios de Almirante Tamandaré, Araucária, Curitiba e Guaratuba também participaram da cerimônia de renovação. Durante o encontro, eles receberam materiais didáticos e uniformes. Para eles, voltar a frequentar uma sala de aula, mesmo que adaptada, é a oportunidade de abrir novos horizontes profissionais.

“É a chance que eu tenho de mudar de profissão”, cravou a auxiliar de Recursos Humanos, Lúcia Aparecida da Mata, de 41 anos. Ela mora em Almirante Tamandaré e optou pelo curso de panificação para atender um pedido da sobrinha.

A panificação também fisgou a cozinheira Valdineire de Oliveira Antunes, de 49 anos, de Almirante Tamandaré. Confeiteira por formação, ela vê nas aulas ofertadas pelo Estado a chance de migrar para o comércio próprio. “Sempre quis fazer o curso, mas era muito caro. Agora apareceu a oportunidade que eu precisava para estudar e no futuro ter minha produção própria”, disse.

Quem também decidiu pegar a apostila novamente foi o aposentado Flávio Ferreira da Silva, de 66 anos, morador de Campo Magro. Ele vai estudar eletricidade automotiva na vizinha Almirante Tamandaré. “O saber não ocupa espaço, sempre estou aprendendo. Quem sabe não posso voltar ao mercado de trabalho?”, afirmou.

PROJETO – Lançado em 2019, o programa já ofereceu 8.160 vagas em cursos profissionalizantes, em 146 localidades do Estado, com investimentos de R$ 6,9 milhões.

No Paraná, o projeto é uma das contrapartidas do protocolo de intenções firmado pela Volkswagen do Brasil com o Governo do Paraná em 2013, por meio do programa de incentivos estadual, que viabilizou a realização de investimentos na fábrica da montadora de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

PRESENÇAS – Participaram do evento a representante de Assuntos Governamentais da Volkswagen do Brasil, Amanda Soldá; o gerente de Ações Móveis do Senai-PR, Waldemir Amaro; além de outros gerentes, coordenadores e técnicos do Senai-PR.

GALERIA DE IMAGENS