Capacitação oferecida pelas Carretas do Conhecimento muda realidade de paranaenses

Os cursos são gratuitos e os interessados devem se inscrever nas Agências do Trabalhador de seus municípios. Almirante Tamandaré, Araucária, Bituruna, Curitiba e Guaratuba receberão capacitação nos próximos dias.
Publicação
17/03/2022 - 09:10
Editoria

Confira o áudio desta notícia

Cursos rápidos e gratuitos oferecidos pelas Carretas do Conhecimento estão ajudando a mudar a vida de muitos paranaenses.

Depois de passar por dificuldades enquanto trabalhava como motorista de aplicativo, em Curitiba, muitas vezes atuando de madrugada, Adriano da Cruz Rodrigues decidiu que era hora de transformar sua trajetória profissional. Para isso, buscou capacitação em Engenharia Predial e começou a trilhar novos caminhos.

“A mudança foi muito rápida porque as aulas duraram pouco mais de um mês”, disse Adriano. “O conhecimento que adquiri na capacitação eu coloco em prática diariamente. De forma autônoma, já precisei contratar outro profissional para me auxiliar. No momento, tenho outros seis projetos orçados e em análise dos clientes”.

Emerson Santos Araújo trabalha como encanador desde 2015, e neste ano fez pela primeira vez um curso oferecido pelas Carretas do Conhecimento, de Hidráulica e Pneumática. “Aprendi muitas coisas novas. Com certeza valeu muito à pena”, afirmou.

O estudante Douglas Fernandes, 20 anos, decidiu fazer o curso de Mecânica de Automóvel na carreta estacionada no bairro Fazendinha, em Curitiba. “Quis me aprofundar nessa área principalmente para ter mais conhecimento na parte técnica relacionada a carros, a locomotiva, e, assim, poder aprender novos conceitos que poderão ser úteis para mim no futuro”, disse. “É uma experiência realmente transformadora. Dá para sair daqui e ir direto para o mercado de trabalho”.

Paranaenses de todas as regiões do Paraná podem se inscrever nos cursos oferecidos pelas Carretas do Conhecimento, programa do Governo do Estado, viabilizado por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf). Só em 2022, serão 2.040 vagas ofertadas e distribuídas em 104 turmas.

As carretas vão até as cidades e nelas são realizadas as aulas teóricas e práticas. “O município solicita a presença da capacitação e a Sejuf faz o estudo da empregabilidade local, visando reconhecer qual a área mais importante para que seja feito esse treinamento. A partir disso, montamos o curso e levamos para perto das pessoas”, explicou o diretor de Desenvolvimento Social da Secretaria, Jackson Pitombo Leite.

Os trabalhadores que desejarem obter capacitação profissional gratuita podem procurar as Agências do Trabalhador de suas cidades. Nos próximos dias as carretas do conhecimento estarão estacionadas nos bairros Santa Felicidade, Bairro Alto e Boqueirão (eletricidade automotiva, panificação básica e corte e costura industrial) e nos municípios de Bituruna (corte e costura industrial), Almirante Tamandaré (panificação básica), Araucária (mecânica de automóveis) e Guaratuba (instalação e manutenção de aparelhos de ar condicionado).

Capacitação oferecida pelos cursos das Carretas do Conhecimento muda realidade de paranaenses

Para fazer a inscrição nos cursos das Carretas do Conhecimento é necessário ser maior de 18 anos; preencher uma autodeclaração de escolaridade mínima de ensino fundamental completo; ter conhecimento de informática básica e ir pessoalmente até a Agência do Trabalhador de seu município.

Os cursos têm 80 horas de duração e são realizados dentro das próprias Carretas, respeitando todas as exigências estipuladas pelas autoridades sanitárias.

CARRETAS DO CONHECIMENTO – Lançado em 2019, o programa já ofereceu 8.160 vagas em cursos profissionalizantes, em 146 localidades, com um total de investimentos de R$ 6,9 milhões. Trata-se de uma parceria do Governo do Estado com os municípios, a Volkswagen, a Fundação Grupo Volkswagen e o Senai-PR.

"O Paraná é referência nacional na geração de empregos, tendo encerrado 2021 com 172 mil novos empregos formais. De um lado estamos buscando novos investidores e facilitando a abertura de empresas, e de outro ajudando a qualificar os profissionais para entrar no mercado de trabalho. Esse é o ciclo ideal para o desenvolvimento do Estado", afirmou o governador Carlos Massa Rartinho Junior.

GALERIA DE IMAGENS