No Litoral, Deppen faz exposição sobre atividades de ressocialização de presos

Mostra aconteceu no calçadão da Praia Central de Guaratuba. Foram apresentados canteiros de trabalho como o de recuperação de livros, produção de botas e hortaliças orgânicas, além de ações na parte de educação.
Publicação
27/02/2022 - 17:20
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen-PR) realizou pela primeira vez uma exposição das atividades e de equipamentos da instituição. A mostra aconteceu no calçadão da Praia Central de Guaratuba, no Litoral, neste sábado (26).

A iniciativa, que fez parte do planejamento do Deppen para o Verão Paraná - Viva a Vida 2021/2022, teve por objetivo apresentar os serviços do sistema prisional do Estado, que focam a ressocialização da pessoa privada de liberdade. Desta forma, a população ganha informações finalidade da instituição neste processo.

Na exposição, as principais atividades voltadas à ressocialização foram apresentações dos canteiros de trabalho, como o de recuperação de livros (que são devolvidos para as escola públicas), produção de botas de segurança, e canteiros que utilizam a terra para a produção de hortaliças orgânicas (que são entregues gratuitamente para instituições).

Também foi apresentado o trabalho profissional dos presos na parte de educação, através de vídeos institucionais e cursos profissionalizantes. Além disso, o público pode conhecer mais sobre a custódia, por meio do trabalho do Deppen, que prepara a pessoa privada de liberdade para o retorno ao meio social.

De acordo com o vice-diretor geral do Departamento da Polícia Penal Luiz, Francisco Silveira, a repercussão da exposição foi muito positiva, tanto para os profissionais da instituição que se empenharam, quanto para a sociedade que mostrou interesse em conhecer o trabalho do Deppen.

"Foi um planejamento de cerca de 20 dias para a exposição. O objetivo foi demonstrar as atividades desenvolvidas pelas pessoas privadas de liberdade, visando também o seu retorno à sociedade após o cumprimento da pena. Esta é a primeira de outras exposições que o Deppen pretende fazer", disse.

O coordenador do Deppen no Verão Paraná - Viva a Vida e coordenador regional em Ponta Grossa, Mauricio Ferracin, destacou a oportunidade da exposição em retratar a visão humanizada do trabalho do Departamento à sociedade. 

"A exposição proporcionou o envolvimento da equipe para que chegasse no dia da exposição e tivesse uma resposta positiva do cidadão. A comunidade do Litoral participou bastante e conheceu os trabalhos. Foram recorrentes as frases do tipo ‘puxa, não conhecíamos todo o serviço que acontece no Deppen. Por isso foi importante para fortalecer a imagem da instituição”, disse.

O projeto envolveu cerca de 40 funcionários do Deppen, com apresentação de vários trabalhos das regionais do Departamento. Na exposição estiveram presentes cerca de 30 servidores, dentre eles, integrantes de equipes do Setor de Operações Especiais (SOE), do Grupo de Segurança Interna do Setor de Escolta Prisional e do Setor de Segurança Externa. Também participaram da exposição integrantes da Seção de transportes - pequeno, médio e grande porte.

EQUIPAMENTOS – Segundo o gestor da Cadeia Pública de Guaratuba, João Paulo Schlemper, a população pode ver diversos materiais que são utilizados nos trabalhos dos grupos do Departamento, que dispõem de armamentos para poder trabalhar de forma segura e que atenda aos requisitos da Lei de Execução Penal (LEP). Além disso, lembra ele, foi apresentado a utilização de cães da instituição.

"Foi um sucesso, pois através desta iniciativa, por mais que os animais sejam cães de guarda, são extremamente dóceis. Foi explicada a função do cão nas unidades do Deppen, como as atividades de buscas e como é este procedimento no nosso caso", afirmou. 

Com sucesso da primeira exposição, o Deppen já estuda a possibilidade de dar sequência ao projeto e apresentar os trabalhos em outras cidades futuramente. “Fizemos também pulseiras de identificação para as crianças, e distribuímos doces e balões, o que atraiu muito os pequenos”, disse.

GALERIA DE IMAGENS