Estado apresenta os programas Cartão Futuro e Paraná Cidadão em Apucarana

Serão utilizados R$ 57,8 milhões do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), deliberados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) para possibilitar a contratação de 35 mil jovens.
Publicação
02/12/2021 - 09:10
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, levou o Programa Cartão Futuro a empresários de Apucarana, no Vale do Ivaí, nesta quarta-feira (1º). A iniciativa faz parte da política de empregabilidade para jovens aprendizes de 14 a 21 anos.

Serão utilizados R$ 57,8 milhões do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), deliberados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) para possibilitar a contratação de 35 mil jovens. O governo estadual subsidia parte dos salários, com o pagamento de R$ 300 por mês para cada contratado e R$ 450, se o contratado for pessoa com deficiência ou egresso do sistema socioeducacional.

“O Cartão Futuro nasceu para atender uma emergência na pandemia, para evitar que as empresas dispensassem os jovens é tornou-se o maior programa de empregabilidade de jovens aprendizes no Brasil. Além de tirar os jovens das ruas, combatemos a evasão escolar, uma vez que o programa exige que ele esteja matriculado”, explicou o secretário.

Também em Apucarana, as equipes da Sejuf levaram os serviços do Programa Paraná Cidadão para a população. A ação, realizada em parceria com a prefeitura, envolveu órgãos como Copel, Sanepar, Celepar, Detran, Instituto de Identificação do Paraná, Agência do Trabalhador, Centro de Informação para Migrantes, Polícia Civil e Tribunal de Justiça do Paraná. Já a administração municipal colocou à disposição da população toda a sua estrutura, abrangendo 25 serviços.

“O Paraná Cidadão é um evento que leva o governo onde o povo está. O objetivo é levar os serviços públicos gratuitos aos municípios de forma humanizada e com atendimento personalizado. O programa só é possível quando há uma parceria legítima, verdadeira e sincera, entre os municípios e o governo”, disse Ney Leprevost.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, também participou do bate-papo com empresários e a população.