Renda Agricultor Familiar fica em 3º lugar no Prêmio Estratégia ODS 2022

Integrante do Programa Nossa Gente Paraná, Renda Agricultor Familiar ficou entre as três melhores práticas do poder público em premiação nacional. Curso de Smartphone para Idosos também foi reconhecido entre as melhores iniciativas do país.
Publicação
08/06/2022 - 18:20
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O programa Renda Agricultor Familiar conquistou a 3ª colocação na categoria de práticas do setor público do Prêmio Estratégia ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) 2022. A cerimônia foi realizada nesta terça-feira (7), em São Paulo (SP). O projeto do Governo do Estado é um dos eixos do programa Nossa Gente e recebeu investimento de R$ 18 milhões para atender 6.944 famílias dos 156 municípios do Paraná que possuem os indicadores sociais e econômicos mais críticos.

Além do prêmio, houve a entrega de um certificado de boas práticas. “São reconhecimentos da soma de esforços proporcionados pelo Governo do Estado, que apoia as famílias que mais precisam com bons programas sociais, como o Renda Agricultor Familiar”, afirmou Rogério Carboni, secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), pasta responsável pela coordenação do programa Nossa Gente Paraná.

A execução do projeto é realizada pela Secretaria de Agricultura e do Abastecimento (Seab) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná). “É um modelo vitorioso, com sensibilidade social e que ganha força, reconhecimento, e proporciona às famílias um projeto de vida melhor, com o esforço de toda a nossa equipe. As parcelas vulneráveis da população precisam desse olhar mais atencioso”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

Prefeituras dos municípios que participam da ação também são parceiras, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Os recursos do programa são fruto de um contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e de contrapartida via Tesouro do Estado e Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

“Ficamos em terceiro lugar das 236 práticas inscritas pelos bons resultados do programa e por estar alinhado aos objetivos de desenvolvimento sustentável. Essa conquista é do Governo do Estado compartilhada com os municípios parceiros e principalmente com as famílias contempladas que fazem com que este seja um grande projeto de muito sucesso” destacou Everton de Oliveira, representante da Unidade Técnica do Nossa Gente Paraná da Sejuf, que recebeu o prêmio.

O coordenador do Renda Agricultor Familiar na Seab, Jefferson Meister, destacou que essas ações são essenciais para o desenvolvimento rural. "O programa contribui para levar saneamento básico e segurança alimentar às famílias", disse.

COMO FUNCIONA – O projeto consiste em um trabalho de assistência técnica e extensão rural, realizado por um extensionista do IDR-Paraná. Este profissional desenvolve com a família atendida uma unidade produtiva familiar, que pode abranger atividades em três áreas: saneamento básico (construção ou melhoria de banheiro, proteção de fontes, destinação adequada das águas usadas), produção para autoconsumo (avicultura, horticultura, fruticultura, entre outros) e apoio a processos produtivos (geração de renda por meio de atividades agrícolas e não agrícolas).

Para subsidiar essas atividades, cada família recebe um auxílio financeiro de R$ 3 mil, divididas em três parcelas de R$ 1 mil. O projeto é focado nos 156 municípios prioritários de regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), direcionado para famílias rurais com renda per capita mensal de até R$ 210. Elas devem estar cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

PRÊMIO – A Estratégia ODS é uma coalizão que reúne organizações representativas da sociedade civil, setor privado, governos e academia com o propósito de ampliar e qualificar o debate a respeito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil e de mobilizar, discutir e propor meios efetivos de implementação para essa agenda.

É coordenada por um comitê gestor formado pela Agenda Pública, Frente Nacional de Prefeitos, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV), Programa Cidades Sustentáveis (PCS), Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, Grupo de Institutos Fundações e Empresas (GIFE), Fundación Avina, Fundação Abrinq e Pacto Global.

A Sejuf aderiu recentemente à rede por meio de Termo de Adesão assinado pelo secretário Rogério Carboni, manifestando o compromisso da Secretaria com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma agenda adotada pela cúpula das Nações Unidas.

SEGUNDO PRÊMIO – O projeto Renda Agricultor Familiar foi vencedor em 2019 do Prêmio SESI ODS, em âmbito estadual. Outra ação do Programa Nossa Gente Paraná, o projeto Caixa d'Água Boa foi vencedor do Prêmio SESI ODS 2021.

CURSO DE SMARTPHONE – Outro projeto paranaense reconhecido na premiação desta terça-feira foi o programa de Inclusão Social e Digital da Pessoa Idosa – Curso Básico de Smartphone, voltado a pessoas idosas. Ele ficou entre os dez melhores projetos da categoria Empresa Pública e Privada, entre as 238 iniciativas inscritas em todo o Brasil.

Este curso é promovido em uma parceria entre Sejuf e Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). Retomado de forma presencial em fevereiro de 2022, nos três primeiros meses deste retorno foram realizados nove eventos nos municípios de Paranaguá, Colombo, Lapa, Curitiba, Almirante Tamandaré, Araucária, Campo Magro e Fazenda Rio Grande. Nesse período foram formados 264 alunos. No total, mais de 15 mil participantes concluíram o curso desde o seu início, em 2016.

GALERIA DE IMAGENS