Paraná lança serviço de intermediação para profissionais com curso superior ou técnico

A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho anunciou nesta terça-feira (25) o “Master Job Paraná – Central de Vagas Específicas”, setor que vai captar oportunidades nas empresas para atender profissionais que já se formaram em um curso de nível superior ou que estão cursando.
Publicação
25/01/2022 - 15:40
Editoria

Confira o áudio desta notícia

Os profissionais com curso superior, tecnólogo ou técnico que já se formaram ou que ainda estão cursando terão um novo setor de atendimento na Agência do Trabalhador de Curitiba. A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho anunciou nesta terça-feira (25) o Master Job Paraná – Central de Vagas Específicas, setor que vai captar oportunidades nas empresas para atender profissionais com essas características que procuram uma oportunidade formal.

A iniciativa é pioneira no Brasil. Já nesse primeiro dia estão sendo oferecidas 50 vagas. As Agências do Trabalhador do Paraná se destacam no sistema Sine nacional na intermediação de postos formais.

“Muitas pessoas terminam a faculdade ou ainda estão estudando e precisam trabalhar, mas as vezes não sabem por onde começar a procura. Vamos oferecer essa orientação e principalmente captar as vagas disponíveis, tanto para emprego para pessoas com curso superior como para estágio”, explico o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Esse será um serviço adicional, pois a Agência do Trabalhador de Curitiba continua fazendo o atendimento normal nas demais áreas para aqueles que procuram vagas na indústria, no comércio e setor de serviços.

As equipes de Curitiba farão a busca ativa das vagas, ou seja, irão procurar as empresas que possam ter postos disponíveis, tanto de emprego quanto de estágio, para colocar à disposição do público. Ao mesmo tempo, os profissionais serão cadastrados e passarão a fazer parte do “Banco de Currículos” para que os seus perfis sejam analisados para colocá-los nas vagas disponíveis.

“A Agência do Trabalhador de Curitiba hoje tem a capacidade de atender adequadamente tanto os trabalhadores quanto as empresas que necessitam de profissionais. Nosso objetivo é oferecer um atendimento de qualidade e gratuito para todos os públicos”, afirmou o chefe da Agência do Trabalhador de Curitiba, Rafael Santos.

O setor vai começar com três técnicos administrativos e poderá ser aumentado conforme a demanda. A Agência do Trabalhador de Curitiba servirá como piloto para a proposta que será levada para as demais Agências do Estado começando pelos maiores municípios.

PRIMEIRAS VAGAS – O Grupo ABL, empresa de tecnologia da informação, ofereceu 24 vagas já no primeiro dia. As oportunidades são para analista desenvolvedor, analista de front-end, analista de back-end, desenvolvedor, programador, analista de suporte e analista de vídeo. Todas as vagas são ofertadas desde o nível junior ao nível sênior.

“Essa iniciativa atende a uma demanda do mercado. Temos dificuldade de encontrar alguns tipos de profissionais operacionais de nível técnico e superior. O mercado é extremamente competitivo e com a atuação da Agência conseguiremos dar celeridade no processo de contratação”, afirmou Roger Tedesco Bicalho, representante da ABL.

Outros parceiros tradicionais da Agência do Trabalhador de Curitiba, como a rede Condor, aderiram ao “Master Job Paraná”. “Somos parceiros antigos e essa nova ideia também vai atender parte das nossas necessidades de contratação”, afirmou Wanclei Said, superintendente do Condor.

COMO SE CADASTRAR – Os profissionais interessados nas vagas de curso superior ou técnico devem procurar o setor Master Job Paraná – Central de Vagas Específicas na Agência do Trabalhador de Curitiba (Rua Pedro Ivo, 503 – Centro) ou enviar currículo pelo WhatsApp (41) 3883-2211. Para o empregador ofertar vagas basta entrar em contato pelo WhatsApp (41) 3883-2211 ou ligar para (41) 3883-2216, (41) 3883-2221 ou (41) 3883-2233.

GALERIA DE IMAGENS