Montadora com sede no Rio Grande do Sul passa a exportar veículos pelo Porto de Paranaguá

O Porto de Paranaguá foi escolhido pela GM para os embarques de veículos produzidos no Rio Grande do Sul. Em 2022, foram 2.372 veículos da marca exportados por Paranaguá e, somente para este mês de janeiro, outros 1.350 já estão confirmados. As vantagens operacionais do porto paranaense motivaram a mudança de rota.
Publicação

Confira o áudio desta notícia

O Porto de Paranaguá foi escolhido pela GM – Chevrolet para os embarques de veículos produzidos no Rio Grande do Sul. Em 2022, foram 2.372 veículos da marca exportados por Paranaguá e, somente para este mês de janeiro, outros 1.350 já estão confirmados.

As vantagens operacionais do porto paranaense motivaram a mudança de rota. Segundo a principal operadora portuária dos veículos no Estado, a empresa Marcon, Paranaguá tem atraído o mercado por oferecer condições diferenciadas na operação dos navios Ro-Ro (cargas rolantes).

“Conseguimos fazer o embarque de grande quantidade, em pouco tempo e com um índice muito baixo de avarias. Isso faz com que o Porto de Paranaguá seja mais atrativo, mesmo que o frete rodoviário fique mais caro nessa mudança de rota”, diz Patrick Ferreira Tavares, gerente da Marcon.

VEÍCULOS – Dos 82.065 carros que passaram pelo Porto de Paranaguá em 2022, 57.359 foram sentido exportação. O embarque representa quase 70% do total movimentado pelo segmento. Os outros 30% são de desembarque: 24.706 automóveis.

Na exportação, os principais movimentos são da Renault e, desde o ano passado, da GM. Na importação, as principais montadoras que desembarcam pelo Paraná são Audi e Volkswagen.

No ano passado, da Renault, foram exportados 49.382 veículos e importados outros 587. Da Audi, foram 4.595 carros importados. Da Volkswagen, 19.524 importados e 5.876 exportados. Da GM, 2.372 exportados.

Os principais destinos dos carros exportados pelo Porto de Paranaguá foram México, Colômbia e Uruguai. As principais origens dos importados são Argentina, Hungria, México e Alemanha.

“Além da novidade da GM, em 2022, da Volkswagen, por exemplo, tivemos exportados por aqui modelos de veículos que antes eram embarcados em outros portos brasileiros”, afirma o representante da Marcon.

GALERIA DE IMAGENS