Forças de salvamento fazem nova varredura na BR-376 e não encontram vítimas

O Corpo de Bombeiros encerrou a busca por vítimas. A Polícia Científica concluiu a busca ativa por todos as pessoas que haviam sido dadas por desaparecidas. Foram confirmados dois óbitos.
Publicação
Editoria

Confira o áudio desta notícia

O boletim das 17h do gabinete de crise do deslizamento da BR-376 informa que todas as áreas com possibilidade de vítimas ou veículos foram acessadas nesta sexta-feira (2). Foram realizadas buscas com cães e homens. Não foram encontradas novas vítimas ou veículos. A operação de resgate começou na segunda-feira e está perto de completar 96 horas.

O Corpo de Bombeiros do Paraná encerrou a busca por vítimas. Uma equipe continuará no local, com uma Viatura de Combate à Incêndio e Resgate, para trabalhos preventivos.

A Polícia Científica do Paraná concluiu a busca ativa por todos as pessoas que haviam sido dadas por desaparecidas com relação ao incidente. No total, foram recebidas 22 ligações nos números indicados desde o começo da operação com diversas informações e 15 pessoas foram encontradas em outros contextos não relacionados ao deslizamento.

Até o presente momento foram constatadas 14 pessoas envolvidas diretamente no incidente, com dois óbitos e seis pessoas resgatadas com vida. As outras seis pessoas conseguiram escapar dos veículos sem precisar de atendimento. Esses são os números oficiais.

Seguindo as mesmas informações divulgadas anteriormente, foram removidos do local seis veículos pesados e três veículos leves.

A equipe da concessionária Arteris Litoral Sul mantém os trabalhos na rodovia, realizando a retirada de materiais e efetuando obras de recuperação e recapeamento da pista.

A Polícia Rodoviária Federal e a empresa continuam todos os trabalhos de estabilização das estruturas da rodovia. O trânsito permanece interrompido, sem previsão de liberação.

TRABALHO CONJUNTO – Todos os órgãos envolvidos (Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Estadual, PRF, PMPR, Polícia Civil, Polícia Científica, Arteris Litoral Sul e Simepar) trabalharam em conjunto para que toda a operação ocorra com a maior segurança e celeridade possível.

GALERIA DE IMAGENS