Extensão rural comemora 66 anos ajudando a transformar a agropecuária no Paraná

O trabalho executado pelo IDR-Paraná vem ajudando a transformar a agropecuária paranaense, promovendo o desenvolvimento rural sustentável, coordenando, articulando e executando assistência técnica.
Publicação
20/05/2022 - 16:20
Editoria

Confira o áudio desta notícia

A Extensão Rural completa nesta sexta-feira, dia 20, uma trajetória de 66 anos de trabalho junto ao produtor paranaense. O trabalho executado pelo IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná) vem ajudando a transformar a agropecuária paranaense, promovendo o desenvolvimento rural sustentável, coordenando, articulando e executando assistência técnica.

Foi no dia 20 de maio de 1956 que a Extensão Rural chegou ao Paraná, com a instalação do Escritório Técnico de Agricultura (ETA) – Projeto 15, por meio de um convênio firmado entre os governos paranaense e norte-americano. O objetivo da iniciativa era melhorar a produtividade da agricultura paranaense.

Os resultados foram tão positivos que, terminado o convênio, uma ONG assumiu a continuidade do trabalho. Era a Acarpa (Associação de Crédito e Assistência Rural). Quando o Governo do Estado assumiu a assistência aos produtores, a ONG deu lugar à Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Paraná), que em 2005 foi transformada em autarquia, o Instituto Emater.

Em 2019, o Governo do Estado fundiu os serviços do Instituto com o Iapar (Instituto Agronômico do Paraná), Codapar (Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná) e CPRA (Centro Paranense de Referência em Agroecologia), criando o IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater).

A Extensão Rural oficial é responsável pela execução de uma parte importante de diversos programas dos governos estadual, federal e municipais que dinamizam as economias locais em todo o Estado. As ações são diversas, desde a busca de melhores índices de produtividade e rentabilidade da pecuária, até a difusão de práticas que resultem na produção sustentável de grãos.

Os profissionais do IDR-Paraná também elaboram projetos para os agricultores atendidos pelo Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), atende os beneficiários do Brasil Sem Miséria e prestam assistência técnica a assentamentos. Eles ainda estão presentes na execução de projetos do Programa de Crédito Fundiário que regulariza a posse de terras, bem como em projetos de desenvolvimento regional.

O IDR-Paraná também dá apoio a programas de outras secretarias como o Família Paranaense, Habitação Rural, Prorural, CAR (Cadastro Ambiental Rural), PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Os profissionais do IDR-Paraná levam aos produtores inovações tecnológicas, informações sobre gestão da propriedade e práticas de manejo das criações, contribuindo para aumentar a qualidade dos alimentos produzidos no meio rural. Para mitigar os problemas ambientais da agricultura, os extensionistas participam de programas como o Manejo Integrado de Pragas e de Doenças, que vem reduzindo sensivelmente o uso de defensivos agrícolas nas lavouras. Em conjunto com outras instituições, o IDR-Paraná executa o Programa de Manejo de Águas e Solo em Microbacias, que melhora as condições do solo, evita a erosão e preserva os recursos hídricos no meio rural.

GALERIA DE IMAGENS