Estado deve licitar ainda neste ano a duplicação entre Marmeleiro e Francisco Beltrão

O DER-PR recebeu o projeto e vai analisar os aspectos técnicos do projeto e em seguida dar prosseguimento ao edital de licitação, que pode sair ainda em 2023. O investimento previsto é de cerca de R$ 33 milhões.
Publicação
15/08/2023 - 19:30

Confira o áudio desta notícia

O Governo do Paraná deve lançar ainda em 2023 o edital da duplicação da PR-180, entre Marmeleiro e Francisco Beltrão. O projeto executivo foi entregue de maneira simbólica ao governador Carlos Massa Ratinho Junior e ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) na cerimônia de inauguração do Contorno Noroeste de Francisco Beltrão, mas ele já está sendo analisado pelos engenheiros do Estado. 

O projeto prevê a duplicação integral da rodovia, do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na saída de Francisco Beltrão, até a entrada de Marmeleiro, numa extensão de 3,8 quilômetros. Além disso, o estudo prevê 1,7 quilômetro de vias marginais e implantação de uma passarela para pedestres. O investimento previsto é de cerca de R$ 33 milhões.

"Essa será mais uma obra emblemática para Francisco Beltrão e Marmeleiro, atendendo uma ligação importante do Sudoeste. Investimentos em infraestrutura são fundamentais ao desenvolvimento do Estado e em breve queremos licitar essa obra e dar início aos trabalhos", disse o governador Ratinho Junior.

"O Sudoeste está contemplado no grande pacote de obras da nova concessão e estamos com outras obras na região, como a revitalização em concreto da PRC-280, com o trecho Palmas-Horizonte concluído, e a empresa da continuação até Clevelândia já definida. Essa nova melhoria entre Francisco Beltrão e Marmeleiro vai modernizar ainda mais a logística do Sudoeste", complementou o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

O projeto executivo foi feito pela empresa Oeste Engenharia, contratada pela prefeitura de Marmeleiro, com apoio de empresários e da sociedade civil organizada da região. Ele foi feito utilizando a metodologia BIM, que facilita o processo de controle e execução de obras. O fluxo estimado de veículos no trecho é de mais de 450 mil por mês.

GALERIA DE IMAGENS