Em 90 dias, Operação Segurança Rural prende mais de 100 pessoas e apreende 32 armas

Por meio das equipes de Patrulha Rural Comunitária, foram realizadas ações preventivas e repressivas em todos os ambientes rurais por meio de patrulhamentos, bloqueios, visitas preventivas às propriedades e demais demandas da segurança pública.
Publicação
06/10/2022 - 16:00
Editoria

Confira o áudio desta notícia

A Polícia Militar do Paraná promoveu, entre 30 de junho e 30 de setembro, a Operação Segurança Rural, com o objetivo de intensificar o policiamento ostensivo em distritos e estradas rurais.

Por meio das equipes de Patrulha Rural Comunitária, distribuídas nos batalhões e companhias independentes, foram realizadas ações preventivas e repressivas em todos os ambientes rurais por meio de patrulhamentos, bloqueios, visitas preventivas às propriedades e demais demandas da segurança pública.

Durante esse período foram feitas 105 prisões e duas apreensões de adolescentes. Além disso, foram apreendidas 32 armas de fogo e 237 munições de diversos calibres, 19 veículos com indicativo de furto ou roubo foram recuperados e mais de 4 toneladas de drogas apreendidas.

Em relação às ações comunitárias preventivas, cerca de 2,4 mil pessoas foram orientadas com base na Cartilha Segurança Rural, que traz recomendações e formas de prevenção aos principais crimes que ocorrem no campo.

O chefe da Coordenadoria de Patrulha Rural Comunitária, subordinada à seção de Operações do Subcomando-Geral da PM, capitão Íncare Correa de Jesus, ressalta a importância de a própria comunidade rural seguir as orientações para que não tenha nenhuma irregularidade nas propriedades. “Visitamos cerca de 3 mil propriedades rurais e, após as orientações preventivas, mostramos ao produtor uma segunda fase de segurança para que ele possa adequar a propriedade de acordo com as orientações, a fim de prevenir o crime nesses locais”, disse.

Adicionalmente, concluíram a segunda etapa do Programa da Patrulha Rural Comunitária produtores de 652 propriedades. Na oportunidade foram instaladas placas de identificação nas propriedades que se adequaram às orientações preventivas das equipes de patrulha rural.

Segundo o capitão Íncare Correa de Jesus, a Operação tem obtido resultados excelentes graças ao comprometimento das equipes de patrulha rural comunitária, apoiadas pelos respectivos comandantes de batalhões e companhias independentes da PM, aliados à participação cada vez mais efetiva da comunidade nas ações de segurança pública. “A operação continua de forma ininterrupta em todas as regiões do Paraná que possuem ambiente rural”, afirmou.

GALERIA DE IMAGENS