Adapar promove treinamentos para integrar e atualizar servidores

Os participantes tiveram a oportunidade de se atualizar acerca do panorama da saúde animal, debatendo os procedimentos e diretrizes dos programas oficiais coordenados pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná.
Publicação
06/10/2022 - 16:50
Editoria

Confira o áudio desta notícia

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) está promovendo uma série de treinamentos e capacitações para servidores. Parte das ações aconteceu em setembro e, ao longo do mês de outubro, a equipe vai atualizar conhecimentos sobre normas e procedimentos dos programas implementados pelo órgão. Os treinamentos destinam-se principalmente a engenheiros agrônomos, médicos veterinários e técnicos agrícolas que atuam nos cargos de fiscalização e assistência de fiscalização da defesa agropecuária.

De 24 a 28 de outubro, 100 engenheiros agrônomos que exercem a função de fiscais de defesa agropecuária participarão de cursos em Foz do Iguaçu, com a presença do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, do diretor-presidente da Adapar, Otamir César Martins, e do superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Paraná, Cleverson Freitas. Também participarão demais coordenadores de programas da Adapar, pesquisadores e técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná) e pesquisadores de universidades.

Nesta semana, teve início o treinamento da primeira turma com 90 médicos veterinários, e segue entre os dias 18 e 20 de outubro, com a segunda turma, também com mais 90 médicos veterinários, em Guaratuba. Outro processo aconteceu no início de setembro, no mesmo município, com 120 assistentes de Fiscalização que trabalham nas Unidades Locais de Sanidade Agropecuária.

Em 2022, a Adapar nomeou 25 médicos veterinários e 13 técnicos de manejo e meio ambiente, aprovados em concurso público, e contratou 34 técnicos agrícolas por meio de Processo Seletivo Simplificado. Estes profissionais foram atualizados e integrados num treinamento específico, realizado no início de setembro, em Curitiba.

“Os treinamentos ajudam a integrar os novos profissionais e modernizar o trabalho de defesa agropecuária, trazendo, consequentemente, mais segurança e saúde à população”, diz o diretor-presidente da Adapar.

QUALIFICAÇÃO – Em todos os treinamentos os participantes tiveram a oportunidade de se atualizar acerca do panorama da saúde animal, debatendo os procedimentos e diretrizes dos programas oficiais coordenados pela Adapar: saúde dos animais aquáticos no Paraná; programa estadual de sanidade avícola; de sanidade dos suínos; controle e erradicação da brucelose e tuberculose; identificação dos equídeos; controle da raiva; fiscalização do comércio de produtos veterinários e vigilância para febre aftosa; além de procedimentos de fiscalização do trânsito de animais; doenças de abelhas e atualização de cadastros.

GALERIA DE IMAGENS