Governo lança programa de residência técnica em Gestão Pública a servidores

Confira o áudio desta notícia


Governador Beto Richa assina o termo de cooperação para a realização do Programa de Residência Técnica em Gestão Pública, em parceria com as universidades estaduais e Secretarias de Estado. Participaram do evento, os secretários da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes; da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Administração e Previdência, Márcia Carla Pereira Ribeiro; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Hatsuo Fukuda (Diretor-Geral); da Casa Civil, Valdir Rossoni;  diretores de autarquias, reitores, deputados e demais autoridades. Curitiba, 16/11/2016.Foto: Orlando Kissner/ANPr
O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (16), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, um termo de cooperação para a realização do Programa de Residência Técnica em Gestão Pública, que tem como objetivos qualificar os servidores públicos estaduais e habilitar profissionais de diferentes áreas. O programa é realizado em parceria com as universidades estaduais e Secretarias de Estado. Será ofertado curso de pós-graduação em nível de especialização e realização de atividades práticas em Secretarias de Estado ou autarquias (Residência Técnica).
“Essa é mais uma ação do nosso governo que demonstra o compromisso em valorizar os servidores e garantir uma qualificação do quadro técnico estadual. Com servidores capacitados, o Estado irá cada dia mais se desenvolver e crescer socialmente”, afirmou o governador. O Governo do Estado destinou cerca de R$ 14 milhões, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, para execução e manutenção do programa durante o período de duração do curso, que é de dois anos.
“É muito importante que haja essa sinergia do Estado com as universidades estaduais, que são centros irradiadores de conhecimento. Elas terão um grande papel nessa proposta de qualificar os nossos servidores em gestão pública”, afirmou o governador. Os residentes que não integram o quadro de servidores públicos recebem bolsa-auxílio no valor de R$ 1,9 mil. Um dos requisitos é ter concluído a graduação no máximo há três anos. Serão 320 vagas para pessoas com até três anos de formação e 290 vagas para servidores estaduais.
POR EDITAL - A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior desenvolveu o programa em parceria com as secretarias estaduais da Administração e Previdência, da Família e Desenvolvimento Social, da Justiça, Trabalho e Direito Humanos, Casa Civil e as universidades estaduais de Ponta Grossa (UEPG), Maringá (UEM), Centro-Oeste (Unicentro) e Londrina (UEL).
O secretário João Carlos Gomes, de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, explicou que a seleção dos alunos será feita por edital e que os cursos são gratuitos e ofertados em um período de no máximo 24 meses. “Com esse programa de Residência Técnica inovador, queremos ofertar capacitação profissional e cidadã, de forma integrada às instituições de interesse público. Desta forma estamos ampliando a inserção social da universidade pública”, ressaltou o secretário.

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa