Temporais afetam 14,7 mil pessoas e previsão é de novas ocorrências

Confira o áudio desta notícia


Temporais afetam 9,8 mil pessoas e previsão é de novas ocorrências. Na foto, em Cascavel, no Oeste do Paraná, o Simepar registrou ventos de 103 quilômetros por hora, causando estragos em vários bairros e ruas da cidade. Foto: Cadini/Prefeitura de Cascavel
A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, do Governo do Paraná, está em permanente contato com os municípios para colher informações e definir as ações de apoio à população afetada pelas tempestades, com vendavais e granizo, ocorridos a partir da tarde de terça-feira (12) e durante a madrugada desta quarta-feira (13). A previsão do Simepar é que o tempo continue instável e com muita probabilidade de novas ocorrências, principalmente na região Central, na Região Metropolitana de Curitiba e em parte do Oeste e Sudoeste.
As estações do Simepar registraram ventos de até 109 quilômetros por hora em Goioerê (Centro-Oeste) e de 103 quilômetros em Cascavel (Oeste). “Foi uma mudança repentina, com vários eventos simultâneos. Isso não é comum”, disse o meteorologista Cézar Duquia.
BOLETIM – Conforme o boletim da Defesa Civil, atualizado às 11h desta quarta-feira, 14.699 pessoas foram afetadas pelos temporais, que atingiram 24 municípios, de diversas regiões do Estado. Até agora, 340 pessoas foram desalojadas e 3.656 casas danificadas.
Foram atingidos os municípios de Bela Vista da Caroba, Boa Vista da Aparecida, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Guaraniaçu, Guarapuava, Imbituva, Lapa, Laranjeiras do Sul, Morretes, Nova Aurora, Pérola do Oeste, Ponta Grossa, Prudentópolis, Rio Branco do Ivaí, Salto do Lontra, Santa Helena, Santa Izabel do Oeste, Santa Maria do Oeste, São José dos Pinhais, Telêmaco Borba, Toledo.
“O Corpo de Bombeiros está atuando desde a tarde de terça-feira”, explicou o capitão Romeu Yagui, da Defesa Civil Estadual. Uma das ações é a cobertura emergencial das residências com lonas plásticas. “Nós descentralizamos os estoques deste material, de forma que os municípios atingidos já têm condições de fazer este atendimento rapidamente”, disse Yagui.
As informações são atualizadas constantemente e a previsão é que o número de afetados aumente à medida em que os municípios enviem dados, também, da situação da área rural.
Box
Equipes da Copel trabalham
para reconstruir a rede elétrica
Desde a noite desta terça, equipes da Copel trabalham ininterruptamente para reconstruir parte da rede elétrica e restabelecer a energia de toda a população afetada pelo forte temporal que causou estragos em vários municípios das regiões leste, Centro-sul, sudoeste e oeste do Estado. Ao todo, mais de 400 empregados, entre eletricistas e técnicos, foram mobilizados para consertar os estragos causados por ventos, raios e, em alguns casos, como em Salto do Lontra, granizo.
No momento, 28 mil domicílios permanecem sem energia em todo o estado, o que representa 0,6% do total de consumidores da Companhia. Os municípios mais afetados são Adrianópolis, na Região Metropolitana de Curitiba, com 2,6 mil imóveis sem energia, Tibagi, nos Campos Gerais, com 2,2 mil domicílios, e Vera Cruz do Oeste, na região Oeste, com 2,2 mil.
DUAS FRENTES – O temporal alcançou diversas regiões do Paraná em momentos diferentes. Na porção Leste do Estado, as chuvas fortes começaram por volta das 17h de terça e o pico de desligamentos ocorreu às 20h, quando 45 mil domicílios estavam sem luz. Às 23h, quando boa parte dos desligamentos dessa região havia sido restabelecida, outra frente afetava a região de Cascavel, que chegou a ter 50 mil domicílios sem energia. Na região Oeste, o temporal causou a queda de uma torre de transmissão da linha que liga Cascavel a Toledo.
Com atuação rápida, as equipes da Copel conseguiram restabelecer a energia em grande parte das residências nas primeiras horas. O temporal foi causado principalmente pelos fortes ventos, que chegaram a 80 km/h em algumas regiões, pelos raios, e pela chuva de granizo, que atingiu a cidade de Salto do Lontra. No momento, o município do Sudoeste está com 208 consumidores sem energia.
Ao longo do dia de hoje, as equipes da companhia vão trabalhar para restabelecer os casos mais complexos, em que houve queda de postes, torres e reconstruir parte da rede elétrica.
Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.faceboo.com/governopr

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa