Parceria entre OSGEMEOS e o artista britânico Banksy é uma das atrações do MON

Confira o áudio desta notícia


Uma obra feita em parceria entre os artistas OSGEMEOS e o britânico Banksy, em 2013, faz parte da exposição ?OSGEMEOS: Segredos?, em cartaz no Museu Oscar Niemeyer (MON) até 3 de abril de 2022. Este é o primeiro trabalho de Banksy mostrado no Brasil. - Curitiba, 18/10/2021 - Foto: Eduardo Macarios
© Eduardo Macarios/SECC

Uma obra feita em parceria entre os artistas OSGEMEOS e o britânico Banksy, em 2013, faz parte da exposição “OSGEMEOS: Segredos”, em cartaz no Museu Oscar Niemeyer (MON) até 3 de abril de 2022. Este é o primeiro trabalho de Banksy mostrado no Brasil.

A exposição em Curitiba é uma produção original da Pinacoteca de São Paulo, em parceria com o MON, apresentada pela Copel e viabilizada pelo Governo do Paraná.

Os artistas explicam que aquele trabalho nasceu de uma maneira orgânica, dentro de um estúdio. Primeiramente, a obra foi exibida embaixo do High Line, na West 24th Street, em Nova York (EUA), e logo estampou a capa da revista The Village Voice. A exposição “OSGEMEOS: Segredos” exibe pela primeira vez a obra do artista britânico no Brasil.

Além da obra feita em parceria com Banksy, são apresentados na exposição mais de 850 itens, entre pinturas, instalações imersivas e sonoras, esculturas, intervenções site specific, desenhos e cadernos de anotações dos artistas. A mostra ocupa todos os espaços expositivos da Torre e do Olho do MON.

OSGEMEOS – A dupla de artistas formada pelos irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo (São Paulo, 1974) construiu uma trajetória no mundo das artes sem nunca ter perdido de vista o desejo de manter-se acessível ao grande público.

Esse percurso inclui a participação em mostras nas principais instituições internacionais, como o Hamburger Bahnhof, em Berlim, em 2019, com um projeto concebido em parceria com o grupo berlinense de breakdance Flying Steps – um dos mais premiados mundialmente; a Vancouver Biennale, no Canadá (2014); o Moca – Museum of Contemporary Art, em Los Angeles, nos EUA (2011); o MOT – Museum of Contemporary Art Tokyo, em Tóquio, no Japão (2008); a Tate Modern, em Londres, no Reino Unido (2008), onde os artistas pintaram a fachada, e a Triennale de Milão (2006), na Itália, entre outros.

Ao longo de sua carreira, os irmãos também receberam convites para criar para os principais espaços públicos de mais de 60 países, incluindo Suécia, Alemanha, Portugal, Austrália, Cuba, Estados Unidos – com destaque para os telões eletrônicos da Times Square, em Nova York (2015) –, entre outros.

SOBRE O MON – O Museu Oscar Niemeyer é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção asiática da América Latina.

No total, o acervo conta com mais de 9 mil peças, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil metros quadrados de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina. Os principais patrocinadores da instituição, empresas que acreditam no papel transformador da arte e da cultura, são: Copel, Sanepar, Grupo Volvo América Latina, Vivo e Moinho Anaconda.

Serviço

“OSGEMEOS: Segredos”

Até 3 de abril de 2022

Ingressos em: Museu Oscar Niemeyer (MON)

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa