Outubro Rosa

Governo lança edital de R$ 8 milhões para estimular pesquisas científicas no Paraná

Confira o áudio desta notícia


Uma Chamada Pública do Governo do Estado do Paraná, lançada nesta segunda-feira (23)
pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), em parceria com
a Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, vai destinar R$ 8
milhões para projetos de Pesquisa Básica e Aplicada de diversas áreas do conhecimento. -  Curitiba, 23/08/2021   -  Ponta Grossa, 13/08/2021  -  Foto: Jéssica Natal/UEPG
© Jéssica Natal/UEPG

Uma chamada pública do Governo do Estado vai destinar R$ 8 milhões para projetos de pesquisa básica e aplicada de diversas áreas do conhecimento. O edital foi lançado nesta segunda-feira (23) pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com a Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

O aporte financeiro, que envolve recursos não reembolsáveis, tem como fonte o Fundo Paraná – dotação exclusiva para o financiamento de ações focadas no desenvolvimento científico e tecnológico paranaense. O montante será distribuído entre as instituições de ensino superior (IES) e as instituições de pesquisa científica e tecnológica (ICT), contemplando programas de pós-graduação (Stricto Sensu) acadêmicos, profissionais e em associação ou em rede.

O intuito é promover o fortalecimento da produção científica, tecnológica e de inovação, para o desenvolvimento de projetos alinhados às áreas prioritárias definidas pelo Conselho Paranaense de Ciência e Tecnologia e aos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (Napi). Na seleção de projetos, também serão considerados critérios relativos aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Segundo o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, essa iniciativa é importante pelo potencial de transformação da realidade dos cidadãos paranaenses. “É um impacto acadêmico, científico e social relevante, pois vai viabilizar a aplicação prática e imediata, direcionada à solução de problemas específicos, envolvendo interesses locais, territoriais e regionais”, afirma.

O presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig, destaca o alinhamento estratégico do Governo em relação ao segmento de Ciência e Tecnologia. “Esse alinhamento vem sendo construído ao longo dessa gestão, visando um estado moderno e inovador, que assegure condições de atendimento às demandas das instituições paranaenses de pesquisa científica”, salienta.

APOIO – O valor mínimo a ser concedido é R$ 115 mil para instituições com até quatro programas de pós-graduação, podendo alcançar R$ 1,47 milhão, para propostas superiores a 80 programas. Serão financiados itens de custeio e capital.

Pesquisadora da Universidade Estadual de Maringá (UEM), a professora Linnyer Beatrys Ruiz Aylon destaca o viés da inovação nessa ação de estímulo à pesquisa e extensão. “Editais como esse oferecem novas oportunidades aos paranaenses, pois além de impulsionar os pesquisadores, também demonstra um cuidado para com os grupos de pesquisa, que são celeiros de conhecimento para as novas gerações”, afirma.

De acordo com o edital, são passíveis de financiamento análises de laboratório; importação, instalação e manutenção de equipamentos; softwares e materiais essenciais para o desenvolvimento das pesquisas; vidrarias e reagentes; entre outros. Também poderão ser pagas até duas bolsas por projeto, na modalidade de Iniciação Científica, no valor de R$ 400 mensais, pelo período de até dois anos.

“A ideia é apoiar pesquisas de diversas áreas, gerando conhecimento e aprendizado técnico, com possibilidade de desenvolvimento de novas tecnologias”, diz o coordenador de Ciência e Tecnologia da Seti, Marcos Aurélio Pelegrina. Ele sinaliza, ainda, o fortalecimento e a competitividade da produção científica, tecnológica e de inovação do Paraná.

CRONOGRAMA – O cronograma foi organizado em três etapas: envio de documentação das instituições; apresentação de projetos de pesquisas selecionados em edital interno; e submissão individual desses projetos. Todo o processo será realizado via plataforma eletrônica (Sparkx).

Na fase inicial, as instituições têm até o próximo dia 10 de setembro para enviar os documentos. A divulgação das propostas aptas à etapa seguinte está prevista para 17 de setembro. Já na segunda fase, o envio da documentação tem prazo até 24 de janeiro de 2022, enquanto a divulgação dos projetos aptos à etapa final ocorrerá a partir de 31 do mesmo mês.

A terceira e última fase será realizada de 1º a 14 de fevereiro de 2022, sendo que os projetos a serem contratados serão divulgados a partir do dia 21 do mesmo mês.

Mais informações sobre essa iniciativa podem ser obtidas via e-mail projetos@fundacaoaraucaria.org.br. Dúvidas ou dificuldades no preenchimento do formulário eletrônico de propostas e acesso ao sistema Sparkx podem ser direcionadas ao e-mail onofre@fundacaoaraucaria.org.br.

O edital da Chamada Pública 09/2021 – Programa Pesquisa Básica e Aplicada está disponível no site da Fundação Araucária, na seção de programas (AQUI).

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa