Outubro Rosa

Estado reforça estrutura para prevenção e combate a incêndios em Unidades de Conservação

Confira o áudio desta notícia


Estado reforça estrutura para monitoramento, prevenção, controle e combate a incêndios em Unidades de Conservação -  Curitiba, 29/07/2021 -  Foto: SEDEST
© SEDEST

Os órgãos envolvidos no Previna - Programa de Monitoramento, Prevenção e Combate de Incêndios na Natureza agora contam com novos equipamentos para atuar em ocorrências em Unidades de Conservação do Paraná. Eles receberam 214 luvas, oito motosserras, dois sopradores costais e 20 lances de mangueiras de 30 metros cada.

Os materiais foram entregues nesta quarta-feira (28) pelo secretário de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, em solenidade no viveiro de produção de mudas nativas do Instituto Água e Terra (IAT), em São José dos Pinhais. 

Também foram repassados recursos para promover serviços em Unidades de Conservação dentro do Previna e dos Programas Paraná Mais Verde e Parques Paraná. O investimento total é de R$ 6 milhões.

Além disso, houve assinatura de aditivos a convênio entre a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, IAT, Corpo de Bombeiros e Batalhão da Polícia Ambiental para auxílio mútuo na fiscalização ambiental, prevenção, controle e combate a incêndios.

O secretário Márcio Nunes destacou que o Paraná é o estado que mais emitiu licenciamentos ambientais a novos empreendimentos e também o que mais recupera áreas degradadas. “Precisamos ser o que mais fiscaliza e protege o meio ambiente”, destacou, ao lembrar que ações como essa demonstram que o Governo do Estado está fazendo a sua parte, com planejamento para combater desastres naturais.

“Pedimos, também, que cada cidadão nos ajude, pois o problema das queimadas acontece periodicamente, e normalmente ocorrem no mês de agosto, após a geada e as baixas temperaturas”, disse. 

Segundo o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, existe um relacionamento estreito entre as pastas estaduais. “Para nós, isso é um marco que mostra união e sinergia para que possamos devolver para a sociedade as ações do Corpo de Bombeiros e da Força Verde. Esses equipamentos são importantes para engrossar nossa massa de material e fazer a diferença no combate a incêndios florestais”, disse. 

AJUDA – A população deve acionar socorro em casos de incêndios florestais pelos telefones 193 ou 199 e denunciar crimes contra o patrimônio natural através do número 181. 

Nunes também entregou os 21 Planos de Contingência que vão nortear as ações adotadas pelos órgãos que compõem o Previna em caso de incêndio. Cada Unidade de Conservação tem seu plano específico que visa, em momentos de emergência, garantir o procedimento adequado no combate a incêndios. 

PREVINA – Os novos equipamentos entregues ao Previna somam investimentos de R$ 80 mil. Ainda serão destinados 125 abafadores de incêndio, 33 machados, 125 ferramentas combinadas Mc Leod e 16 mochilas flexíveis anti incêndio de 21 litros cada.

“Esses investimentos demonstram o quanto o Instituto Água e Terra atua arduamente para a preservação e conservação do meio ambiente do Paraná, atendendo o que a população espera de nós”, destacou o diretor-presidente do IAT, Everton Souza.

O Programa de Prevenção de Incêndios na Natureza foi estabelecido em 2018, através do Decreto Estadual 10.859. “O objetivo é prover meios para a prevenção e o combate a incêndios florestais nas Unidades de Conservação do Paraná, garantindo a preservação dos patrimônios ambientais do Estado”, explicou o diretor de Políticas Ambientais da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e diretor do Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto.

Segundo o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, tenente-coronel Jean Rafael Puchetti, as queimadas são muito preocupantes. Ele lembrou de duas ocorrências nesta semana em que os policiais do Batalhão, juntamente com o Corpo de Bombeiros, impediram incêndios de maiores proporções.

“Em uma patrulha aquática no Interior do Estado, a nossa equipe se deparou com um incêndio e conseguiu controlá-lo com os remos. Portanto, precisamos sempre estar equipados, atentos e preparados para combater incêndios”, disse. Outra preocupação, de acordo com ele, é com a soltura de balões, prática criminosa e comum nessa época do ano. 

Para o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Gerson Gross, os equipamentos e a ajuda financeira são fundamentais para engrossar a massa de material e fazer frente à proteção das Unidades de Conservação do Estado.

“Já existe uma mobilização em nível federal para a montagem de equipes de combate a incêndio florestal para apoiar outros estados em condições mais severas de seca. Temos que nos preparar e essa ajuda só mostra que realmente somos fortes quando nos unimos”, destacou. 

O coordenador executivo da Defesa Civil do Paraná, tenente-coronel Adriano de Mello, também destacou os esforços conjuntos. “Essa união é fundamental para a prevenção de desastres naturais nos Parques Estaduais”, disse. 

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa