Outubro Rosa

Microcrédito ofertado na Agência do Trabalhador de Curitiba começa a impulsionar pequenos negócios

Confira o áudio desta notícia


Agência do Trabalhador de Curitiba oferta microcrédito para impulsionar pequenos negócios. O novo serviço é uma parceria da Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho com a Fomento Paraná, por meio das linhas de crédito Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense. Na foto, Maynara Nayr Lima da Fonseca   - Curitiba, 12/07/2021  -  Foto: SEJUF
© SEJUF

Trabalhadores e empreendedores que procurarem a Agência do Trabalhador de Curitiba contam com um novo serviço desde o semestre passado: além das vagas de trabalho e seguro desemprego, a unidade oferece a oportunidade de contratar operações de microcrédito para apoiar a instalação ou fortalecimento de pequenos negócios para cidadãos com perfil mais empreendedor.

O serviço é uma parceria da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho com a Fomento Paraná, por meio das linhas de crédito Banco do Empreendedor e Banco da Mulher Paranaense. Desde meados de abril, há dois meses, 26 pessoas começaram a apostar em um ciclo de investimentos mesmo com cenário ainda instável da pandemia.

A cabeleireira Roseli Oliveira Correa, por exemplo, conseguiu crédito para fazer uma reforma no seu salão de beleza. prevendo retomada mais duradoura da atividade nos próximos meses. Ela é uma das que já concluíram o processo de negociação. “O Paraná acertou em cheio com essa parceira entre a Fomento e a Agência do Trabalhador. O atendimento foi além da minha expectativa. Era algo que não esperava”, disse.

Segundo a coach Dilmara Blinski, outra captadora de recursos, o apoio do Estado ao profissional empreendedor é essencial nesse momento. “O microcrédito é uma excelente ferramenta para ajudar na sobrevivência das empresas nesse período de dificuldade geral”, destacou. Ela usou o crédito para a compra de equipamentos de uso profissional do seu dia a dia.

Outro caso de sucesso foi o da Maynara Nayr Lima da Fonseca, que buscava recursos emergenciais para comprar matéria-prima para as vendas do Dia dos Namorados, em 12 de junho. Com dinheiro na mão ela conseguiu negócios à vista, com desconto, e teve excelente resultado. Ela tem um comércio de impressões gráficas em diferentes materiais, com canecas personalizadas. 

“O microcrédito serviu para compra de matéria-prima em grande quantidade para meu negócio e garantiu um preço melhor de compra. A outra parte do empréstimo apliquei em conhecimento para cuidar do marketing”, disse. “Eu já conhecia o microcrédito, mas não sabia como ter acesso. Quando vi a notícia fui logo agendar um horário para entender como funciona. A parceria da Fomento e Agência do Trabalhador trouxe mais acessibilidade ao dinheiro”.

Segundo o secretário Ney Leprevost, as Agências do Trabalhador estão atendendo a todo vapor, permitindo que milhares de vagas sejam preenchidas nas empresas, colaborando com o bom momento do emprego, e também abrindo as portas para financiamentos.

“Formalizamos essa parceria com a Fomento Paraná para oferecer crédito em condições especiais para apoiar projetos de pessoas que muitas vezes perderam o emprego, mas têm grandes habilidades, sonham ter um negócio próprio e podem gerar outros empregos”, afirmou.

RECUPERA PARANÁ – A oferta de microcrédito nas Agências do Trabalhador é uma das ações do Programa Recomeça Paraná. O objetivo é ampliar a geração de emprego e renda com apoio das Agências do Trabalhador e parcerias com Fomento Paraná, Sebrae, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Sistema S e Secretaria estadual da Educação e do Esporte.

A Secretaria também está implementando 183 Postos Avançados do Sine nos municípios que não possuem Agências do Trabalhador. Cada Posto Avançado estará vinculado à Agência do Trabalhador do município mais próximo e contará com suporte dos Escritórios Regionais da Sejuf. Os atendimentos serão presenciais, mediante agendamento e seguirão todos os protocolos das autoridades sanitárias, além dos decretos municipais.

Outra ação é um ônibus itinerante que oferecerá os mesmos serviços de intermediação. Nesta primeira fase, para dar largada ao programa, as Agências do Trabalhador de Palotina, Toledo e Assis Chateaubriand já colocaram à disposição 170 vagas. São todas contratações voltadas para a construção civil, em projetos de expansão da própria C. Vale, Plusval e Frimesa – a C.Vale tem participação societária nas outras duas corporações.

MICROCRÉDITO – O microcrédito da Fomento Paraná é composto por empréstimos e financiamentos de até R$ 20 mil, com até três meses de carência e prazo total de 36 meses para pagamento. É destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil. A taxa de juros varia de acordo coma a análise de crédito, com disponibilidade a partir de 0,60% ao mês no Banco do Empreendedor.

Para incentivar o empreendedorismo e a participação feminina no mercado empresarial, se o empreendimento tem uma mulher como proprietária ou sócia a taxa de juros é ainda mais reduzida, por meio do programa Banco da Mulher Paranaense, a partir de 0,45% ao mês.

O limite de crédito varia de acordo com o período de atividade do empreendedor ou empreendimento. Para empreendedores informais, ou que estão iniciando uma atividade, o limite é de R$ 5 mil. O limite sobe para R$ 10 mil para quem tem uma atividade já formalizada, mas ainda não completou 12 meses de registro do CNPJ. E quem está formalizado como MEI há mais de um ano pode contratar créditos de até R$ 20 mil.

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa