Outubro Rosa

Estudantes do curso técnico de Enfermagem retomam aulas práticas em Irati

Confira o áudio desta notícia


Estudantes do Colégio Estadual João XXIII, em Irati, começaram a ter aulas para aprender a preparar uma sala de cirurgia, higienizar as mãos com uma técnica específica para o ambiente, montar uma mesa de instrumentos cirúrgicos e acolher pacientes. Foto SEED
© SEED

Alunos do curso técnico de Enfermagem do Colégio Estadual João XXIII, em Irati, Centro-Sul do Paraná, iniciaram aulas para aprender a preparar uma sala de cirurgia, higienizar as mãos com técnica específica para o ambiente, montar mesa de instrumentos cirúrgicos e acolher pacientes. Eles puderam se revezar nos papéis de cada profissional de centro cirúrgico, como cirurgião, instrumentador e enfermeiro auxiliar.

As aulas práticas são ministradas pela professora Rosally Pereira da Costa Molinari, que leciona as disciplinas Centro Cirúrgico e Assistência de Enfermagem Cirúrgica no curso técnico de Enfermagem da instituição.

Desde 18 de junho, o colégio iniciou o retorno das atividades presenciais, tomando medidas para garantir a segurança dos estudantes, professores e funcionários, mantendo um número reduzido de alunos (cerca de 10) durante as aulas práticas. A turma, segundo Rosally, consegue assimilar bem o conteúdo abordado nas atividades presenciais.

“Eles saíram de uma introdução à Enfermagem, que tiveram de forma remota, e passaram agora para a prática de centro cirúrgico. Estão muito animados conhecendo as tesouras, as pinças, os instrumentos”, comenta a professora.

CONFIANTES – Durante o período de ensino remoto, a equipe pedagógica empregou esforços para garantir que não houvesse abandono escolar. A medida valeu a pena, uma vez que os estudantes, agora, estão confiantes para se preparar para estágios, que já começaram a ser retomados nos hospitais.

Neste momento de pandemia, em que os profissionais da saúde são tão necessários e valorizados, o corpo docente do colégio se orgulha de formar cidadãos para cuidar de vidas. “Quando conversamos sobre esse assunto com os estudantes, refletindo sobre a nossa realidade, eles ganham até um ânimo a mais para concluir o curso e começar a trabalhar, fazer a diferença”, conta Rosally.

PRÁTICAS EM FAZENDAS-ESCOLA – Outros cursos técnicos de colégios estaduais já haviam iniciado o retorno gradual às atividades presenciais. Alguns deles com aulas práticas presenciais e aulas teóricas remotas. No Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Newton Freire Maia, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, os alunos dos cursos de Agropecuária e de Meio Ambiente estão participando de atividades presenciais, como aulas de campo na fazenda-escola, visitas técnicas e aulas em laboratório.

Outro exemplo é o Centro Estadual Florestal de Educação Profissional (Cefep) Presidente Costa e Silva, em Irati, onde os alunos dos cursos de Florestas e de Agronegócio realizam diversas atividades na fazenda-escola, como medição do nivelamento do terreno, manejo de solo e viveiro florestal, além da silvicultura, que inclui técnicas para preservação e melhora do crescimento de diferentes espécies florestais.

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa