Investigação da Polícia Civil gera condenação de homem por latrocínio ocorrido em Matinhos

O trabalho da PCPR foi apresentar provas que comprovassem a autoria do homem. As investigações serviram para buscar provas que indicassem o autor e estabelecessem a dinâmica no local dos fatos e apontando que ele subtraiu os itens e matou a vítima.
Publicação
27/01/2022 - 11:50
Editoria

Investigações da Polícia Civil do Paraná (PCPR) resultaram na condenação de 44 anos de prisão do autor de latrocínios tentado e consumado que matou a tiros um ex-empresário e feriu a namorada do mesmo, ocorrido em junho de 2021, em Matinhos, Litoral do Paraná. 

O trabalho da PCPR foi apresentar provas que comprovassem a autoria do homem. As investigações serviram para buscar provas que indicassem o autor e estabelecessem a dinâmica no local dos fatos e apontando que ele subtraiu os itens e matou a vítima.

O condenado era caseiro. Na ocasião do fato, ele se aproveitou da ausência do donos da propriedade para roubar óculos, joias, relógios e um tablet.

Na data do crime, a namorada do ex-empresário indicou que o funcionário seria o autor dos disparos. O homem foi conduzido para a delegacia e então liberado. Agora ele cumprirá a pena em regime fechado.