Governadora Cida Borghetti, secretário da casa civil Dilceu Sperafico, prefeito de Campo Largo Marcelo Puppi, Secretário de desenvolvimento econômico Virgílio Moreira, diretor da agência de desenvolvimento Adalberto Neto, Assessor Jurídico da Sefa Francisco de Assis, assnam convênios.Curitiba, 10/10/2018Foto: Fernando Ogura / ANPr

Parceria entre governo e empresa estimula projetos de inovação

O Governo do Paraná firmou convênio com a empresa do segmento de embalagens longa vida SIGCombibloc do Brasil, de Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, para desenvolvimento de dois projetos de inovação e tecnologia no Estado. O documento foi assinado nesta quarta-feira (10), no Palácio Iguaçu, pela governadora Cida Borghetti, representante da empresa e representantes das secretarias da Fazenda, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e do Desenvolvimento Econômico.

Serão executados os projetos “Separtec”, que consiste no mapeamento e credenciamento de parques tecnológicos do Estado, e o “Transformação Digital – Moldando o futuro”, que prevê a cooperação entre universidades do estado e a empresa para o desenvolvimento de uma embalagem longa vida mais duradoura. O Governo do Estado articulará as ações dos dois projetos, enquanto a empresa entrará com o investimento, previsto em R$ 400 mil.

A governadora afirmou que o Estado apoia projetos que promovam a pesquisa aliada ao desenvolvimento tecnológico. “Esse é o caminho, investir em ideias criativas e a cooperação entre o meio acadêmico e industrial para gerar inovação, empregos e renda no Paraná”, disse Cida.

As embalagens longa vida desenvolvidas em Campo Largo, lembrou a governadora, são utilizadas por empresas de diversos lugares do mundo. “Campo Largo se tornou um polo de inovação e tecnologia. O Paraná hoje dá um salto em inovação, é um estado diferenciado que apoia iniciativas criativas”.

FOMENTAR A INOVAÇÃO - O assessor econômico da secretária da Fazenda, Francisco de Assis, explicou que o Governo do Estado será o articulador desses projetos para fomentar a inovação e o desenvolvimento. “Vamos possibilitar essa ponte entre o meio acadêmico e SIGCombibloc do Brasil e, no caso do Separtec, com outras empresas, para obter resultados em pesquisa, desenvolvimento e tecnologias”, destacou.

Assis disse que as universidades ficarão com as patentes e as empresas terão os produtos desenvolvidos pelos pesquisadores do Estado. “As empresas pagarão os royalties para as universidades e terão os produtos para dinamizar a produtividade”.

PROJETOS - Um dos projetos que será desenvolvido é o Transformação Digital – Moldando o Futuro, com foco em inovação e pesquisa e indústria 4.0. De acordo com o gerente da área de pesquisa da SIGCombibloc do Brasil, Rodrigo Paccino, a intenção é desenvolver tecnologias para embalagens longa vida com capacidade de conservação dos alimentos ainda maior, de forma econômica e segura.

“Teremos bolsistas trabalhando dentro da empresa para desenvolver essas tecnologias. Isso deve gerar aumento na produtividade, além da formação de acadêmicos especializados em indústria 4.0, artigos científicos e patentes registradas nas universidades do Estado”, disse ele. “Essa é uma tecnologia inovadora que será exportada para nossas unidades em diversos locais do mundo”, destacou.

O convênio prevê a contratação de três a cinco bolsistas e as patentes serão registradas nas universidades do Estado. O convênio será por meio da Fundação Araucária e tem a previsão de duração de doze meses.

O projeto chamado Separtec (Sistema Estadual de Parques Tecnológicos) será desenvolvido em parceria com o Governo do Paraná, o Sebrae-PR e a Sig Combibloc. O programa consiste em avaliar o grau de maturidade dos Parques Tecnológicos do Paraná com o objetivo de credenciá-los e integrá-los a um ecossistema de inovação. “Esse diagnóstico é fundamental para estabelecermos as políticas públicas para as diversas regiões do Estado, potencializarmos cada local de acordo com suas caraterísticas”, afirmou Francisco de Assis, da Secretaria da Fazenda.

O programa inclui, ainda, capacitação, elaboração de relatório e, ao final, disponibilização em meio digital de materiais e documentos para a disseminação do Separtec.

PARTICIPAÇÃO - Participaram da formalização do convênio o chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico; os secretários de Estado da Ciência e Tecnologia, Décio Sperandio; e do Desenvolvimento Econômico, Virgilio Moreira; o diretor-presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, Adalberto Neto, e representantes do Sebrae-PR. 



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Governadora Cida Borghetti, secretário da casa civil Dilceu Sperafico, prefeito de Campo Largo Marcelo Puppi, Secretário de desenvolvimento econômico Virgílio Moreira, diretor da agência de desenvolvimento Adalberto Neto, Assessor Jurídico da Sefa Francisco de Assis, assnam convênios.Curitiba, 10/10/2018Foto: Fernando Ogura / ANPr
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro