Secretaria Estadual de Educação do Paraná; Feira de profissões no CEEP Newton Freire. 13-06-18. Foto: Hedeson Alves
Foto: HEDESON ALVES Acesse a galeria de fotos

Feira de projetos e profissões recebe mais de mil pessoas

Mais de mil pessoas passaram pela 8ª edição da Mostra de Projetos e Profissões promovida pelo Centro Estadual de Educação Profissional Newton Freire Maia, em Pinhais, na Grande Curitiba, realizada nesta terça e nessa quarta-feira (12 e 13). Os visitantes conheceram 30 projetos feitos pelos estudantes dos cursos técnicos em Meio Ambiente, Sistemas de Energias Renováveis, Paisagismo e Agropecuária.

A diretora pedagógica do Ceep, Vera Lúcia Tives, disse que o objetivo do evento foi proporcionar novas experiências que contribuíssem para o crescimento intelectual dos alunos e a interação com outras escolas, universidades e comunidade. “Essa experiência proporciona crescimento intelectual, técnico e científico aos alunos. Também serve como avaliação do desempenho deles fora da sala de aula”, disse Vera.

Os visitantes foram guiados aos estandes pelos próprios alunos. “O mais interessante é que os trabalhos foram apresentados pelos estudantes e isso contribuiu para nos sentirmos mais à vontade para perguntar e interagir”, disse Vitória Maria Paczkoski, 14 anos, do 9° ano do Colégio Estadual Luiz Sebastião Baldo, em Colombo.

O professor de Sociologia Wil Coutinho Hamom, do Colégio Estadual Elias Abrão, de Quatro Barras, acompanhou a visita de 110 alunos do Ensino Médio. Segundo ele, a feira proporcionou aos estudantes vivências diferenciadas de ensino. “É uma oportunidade para eles saírem um pouco da rotina escolar tradicional e conhecerem outras maneiras de ensino, como a iniciação científica, pesquisas e a aproximação com o mercado de trabalho”, disse o professor.

INOVAÇÕES – As pesquisas apresentadas no evento foram desenvolvidas pelos estudantes ao logo dos cursos. Na feira, eles tiveram a oportunidade de apresentar aos familiares e à comunidade um pouco do que é desenvolvido no período de aprendizagem.

A aluna Sandra Luzeni Velozo, 17 anos, do 3° ano do curso de Agropecuária, elaborou junto com os colegas uma pesquisa que promete diminuir em 90% o crescimento de ervas daninhas no plantio de horticultura com o uso de papelão entre as plantações.

Para chegar ao resultado, ela e o grupo fizeram experimentos por dois meses em que diagnosticaram que os canteiros cultivados com papelão entre as plantas apresentaram apenas 10% do crescimento de plantas espontâneas. “Além disso, percebemos que o uso do papelão mantém a temperatura ideal para o cultivo das horticulturas e a umidade necessária do solo”, explicou.

Segundo Sandra, a feira traz a oportunidade para apresentar pesquisas que podem ser usadas pela comunidade. “É um momento em que podemos compartilhar conhecimentos”, disse.

A pesquisa feita pelos estudantes do curso de Sistemas de Energias Renováveis tem como objetivo propor uma alternativa de transporte livre da dependência de combustíveis fósseis. Eles criaram um triciclo movido a energia elétrica proveniente da energia solar. O veículo, uma bicicleta adaptada pelos alunos, conta com duas placas que captam os raios solares que carregam duas baterias e que distribuem a energia elétrica para um motor acoplado à roda dianteira.

O protótipo pode carregar até três pessoas e chegar à velocidade de até 25 quilômetros. “Pode ser usado em parques, escolas, empresas e até mesmo para passeio”, disse o aluno Rodrigo Lopes dos Santos, de 18 anos.

A estudante Élika Karine de Sousa Bukner, 15 anos, do 2° ano do curso de Agropecuária, e os colegas, guiaram as visitas aos criadouros de ovelhas e explicaram como são desenvolvidas as atividades de ovinocultura praticadas no curso. “Tenho alguns animais na minha propriedade, mas antes de começar a estudar no Ceep não sabia como fazer o cuidado correto, hoje tenho a oportunidade de ensinar outras pessoas os cuidados necessários”, disse.

REFERÊNCIA – O Centro Estadual de Educação Profissional Newton Freire Maia é referência na oferta de educação profissional e agrícola na Região Metropolitana de Curitiba, Litoral e Vale do Ribeira. A escola oferece gratuitamente cursos de nível técnico em Meio Ambiente, Paisagismo, Sistema de Energias Renováveis e Agropecuária, além do Celem (Inglês e Espanhol). O colégio atende cerca de 500 alunos, dos quais 150 permanecem na escola em regime de internato.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Secretaria Estadual de Educação do Paraná; Feira de profissões no CEEP Newton Freire. 13-06-18. Foto: Hedeson Alves
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa