Mostra de Arte Popular do Paraná. Mesas redondas, palestras, debate, feira de artesanato, apresentações de congada, escola de samba, fandango, folia de reis e viola caipira compõem a programação do evento.Curitiba, 01 e 02 de dezembro de 2017.Foto: Kraw Penas/SEEC

Estado incentiva preservação da cultura popular

A secretaria de Estado da Cultura promove uma série de ações para estimular e disseminar as expressões significativas da cultura e da arte popular do Paraná, entre elas o fandango, a congada, o hip-hop e a quirera. São programas, atividades e editais que valorizam a cultura popular do Estado.

Uma destas ações é o Prêmio Arte Paraná, voltado à promoção da cultura tradicional e popular. Para a terceira edição do edital, a secretaria investiu cerca de R$ 375 mil para selecionar e premiar sete grupos de cultura popular, como hip-hop, folias e fandango – uma dança trazida para o Paraná pelos europeus que se popularizou como uma das manifestações típicas do Estado. Os grupos fizeram 25 apresentações gratuitas em municípios com mais de 50 mil habitantes em diferentes regiões do Estado.

O secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, afirma que valorizar a cultura popular enriquece ainda mais a herança do Paraná. “São iniciativas que levam espetáculos e eventos de qualidade para serem apresentados nos municípios. Com isso, expressões importantes da nossa identidade, como o fandango e a nossa gastronomia, são valorizadas e continuam a ser conhecidas pelas gerações de paranaenses”, diz.

O Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice) também viabilizou diversos projetos sobre a cultura popular do Estado, com a destinação de aproximadamente de R$ 550 mil.

Quatro projetos foram beneficiados com esse montante nas categorias Povos, Comunidades Tradicionais e Culturas Populares. Um deles foi o Festival Tocadores, um encontro de tradições que durante três dias promoveu em Antonina, no Litoral do Estado, a música, a dança, o artesanato e a arte popular do Paraná. O evento permitiu a troca de experiências e o diálogo entre as comunidades presentes, além da divulgação de grupos e tradições como folias de reis, fandango, folias do divino e romarias.

A coordenadora de Ação Cultural da Secretaria da Cultura, Ingrid Bozza, explica que as ações integram os objetivos do Plano Estadual de Cultura, instituído em 2017 pela lei 19.011. “A política de incentivo e valorização da arte e da cultura popular atende às metas do PEC-PR à medida em que amplia a oferta de programas que promovem e protegem o patrimônio material e imaterial cultural do Paraná”, afirma.

Outra importante iniciativa foi a Mostra de Arte Popular, no Museu Oscar Niemeyer. Durante um fim de semana houve mesas-redondas, palestras e debates sobre as festas populares, as dificuldades e demandas dos grupos e a relação da tradição popular com os diversos setores da sociedade, como a escola, a mídia e os órgãos públicos. A programação incluiu também feira de artesanato, apresentações de congada, escola de samba, fandango, folia de reis e viola caipira.

GASTRONOMIA E GRAFITE - Entre as expressões culturais paranaenses, a gastronomia também se destaca, pois revela os costumes típicos de uma localidade. Parte do patrimônio do Estado, a comida típica paranaense ganhou uma obra inteira dedicada a ela. O livro Delícias do Paraná – tradições e sabores da nossa terra, editado pela Biblioteca Pública do Paraná, reúne 81 receitas enviadas por 51 municípios paranaenses motivados a revelar seus pratos típicos de acordo com a identidade de cada região.

O grafite é outro destaque. Integrante da cultura hip-hop, essa manifestação artística está muito presente no dia a dia das comunidades paranaenses como forma de expressão e arte. Uma parceria entre a Secretaria da Cultura e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PR) resultou no projeto Arte Urbana – Respeito no Trânsito, que trouxe jovens e adolescentes grafiteiros para cobrir um muro de 160 metros do Pátio de Veículos Apreendidos do Departamento, com grafites de desenhos e frases sobre a conscientização e educação no trânsito.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Mostra de Arte Popular do Paraná. Mesas redondas, palestras, debate, feira de artesanato, apresentações de congada, escola de samba, fandango, folia de reis e viola caipira compõem a programação do evento.Curitiba, 01 e 02 de dezembro de 2017.Foto: Kraw Penas/SEEC
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa