A governadora Cida Borghetti, visitou neste domingo, 20, a aldeia indígena Ivaí de Manoel Ribas, região central do Paraná. Participaram: vice-prefeito de Manoel Ribas, Moacir Comunello, secretário Especial de Assuntos Fundiários, Hamilton Serighelli, caciques, Caingangue, Joel Bro,deputados Domingos Zacaria, Superintendente da Paraná Projetos, Cylleneo Pessoa, coordenador da Região metropolitana de Maringá, João Carvalho, entre outros. Manoel Ribas, 20-05-18.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Governadora visita reserva  indígena nos Campos Gerais

Pela primeira vez, o Governo do Paraná se faz representar na Reserva Indígena do Ivaí, nos Campos Gerais. A afirmação foi feita pela governadora Cida Borghetti, neste domingo (20), durante encontro com a comunidade da aldeia.

“Pisamos no solo dessa comunidade indígena, onde vivem dois mil índios, com 400 famílias, para ouvir e ver de perto as reais necessidades desse povo tão histórico e que representa tanto para todos nós, brasileiros”, disse.

A aldeia se localiza no município de Manoel Ribas desde 1914 e preserva as tradições Caingangues, como a língua materna e o artesanato de bambu (cestas e balaios), que complementa a renda dos índios. “Isso faz com que a cultura permaneça viva na história do nosso país”, comentou a governadora.

Cida também destacou que pediu a presença de secretarias estaduais na Reserva Indígena do Ivaí para atender as principais demandas da comunidade. “Solicitamos à Cohapar, à Secretaria de Educação e à do Esporte e Turismo, para que se façam presentes em algumas demandas que entendemos como necessárias neste momento”, explicou.

De acordo com o vice-prefeito de Manoel Ribas, Moacir Comunello, a comunidade teve avanços, principalmente na educação. “É muito importante o apoio do governo para eles se desenvolverem e terem melhores condições de vida. Hoje já temos muitos indígenas fazendo faculdadecom estrutura do Estado, que vem melhorando”, afirmou.

A comunidade tem 14 times de futebol masculino e 11 de feminino, que disputam campeonatos com a cidade. O cacique Joel Brum destacou que depois do estudo, a atividade das crianças e jovens é o futebol.

“De sábado a domingo eles jogam direto e a visita da governadora é boa para toda a comunidade. Fizemos um documento com pedidos que a comunidade está precisando e ela recebeu para nos ajudar”, disse.

O Paraná tem uma população indígena de 26 mil pessoas. Do total, 3.800 famílias estão cadastradas nos programas sociais do Estado, como Família Paranaense e Luz Fraterna.

“O Brasil tem 10% de reserva indígena e é necessário que elas sejam exploradas da melhor forma no que oferecem, como turismo, agricultura e artesanato”, afirmou o deputado federal Ricardo Barros. “O trabalho de forma organizada e compatível com a cultura permite que todos tenham renda e melhorem a qualidade de vida”, completou.

EDUCAÇÃO - O Estado mantém 37 escolas indígenas, tornando-se referência para o país na educação dessas etnias, segundo o centro de apoio às comunidades indígenas do Ministério Público.

As crianças da Reserva Indígena Ivaí se alfabetizam no colégio estadual Cacique Gregório Kaekchot. No ano passado, a escola recebeu R$ 100 mil do programa Escola Nota 1000, que foram usados para pintura e melhorias da estrutura, além da reforma completa de um dos três blocos.

A diretora auxiliar e moradora da aldeia, Marcia Anastacio, destacou a importância de fazer pedidos para a comunidade diretamente à governadora.

“Eu brigo pelos nossos direitos há muitos anos e fico agradecida por ter tido essa oportunidade”, disse. Marcia fez faculdade de pedagogia, pós-graduação em educação indígena e gestão escolar e educação especial. Ela explicou, ainda, que a metodologia de ensino na escola estadual preserva a cultura local. “Falamos a nossa língua materna na escola, que é a caingangue, e somente a partir dos 4 anos de idade nossos alunos aprendem a falar o português”, apontou.

Em 2010, havia 31 professores indígenas nas escolas da rede estadual do Paraná e hoje são 257 profissionais. As universidades estaduais abrigam atualmente 198 alunos indígenas. O Estado tem um vestibular exclusivo para os índios, que respeita seus etnosaberes e é pioneiro nesta forma de inclusão.

PRESENÇAS - Também participaram da visita à Reserva Indígena Ivaí o coordenador Regional João Carvalho;o vice-cacique da Aldeia, Domingos Zacaria;o superintendente da Paraná Projetos, Cylleneo Pessoa; e autoridades da prefeitura de Manoel Ribas.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
A governadora Cida Borghetti, visitou neste domingo, 20, a aldeia indígena Ivaí de Manoel Ribas, região central do Paraná. Participaram: vice-prefeito de Manoel Ribas, Moacir Comunello, secretário Especial de Assuntos Fundiários, Hamilton Serighelli, caciques, Caingangue, Joel Bro,deputados Domingos Zacaria, Superintendente da Paraná Projetos, Cylleneo Pessoa, coordenador da Região metropolitana de Maringá, João Carvalho, entre outros. Manoel Ribas, 20-05-18.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro