O Paraná gerou 19,5 mil vagas com carteira assinada nos primeiros dois meses do ano. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho mostram que somente em fevereiro o saldo foi de 7.703 vagas.
Foto: Rodrigo Czekalski/Divulgação DAF/Arquivo ANPr
Foto: Rodrigo Czekalski Acesse a galeria de fotos

Paraná gerou 19,5 mil novas vagas no primeiro bimestre

O Paraná gerou 19,5 mil vagas com carteira assinada nos primeiros dois meses do ano. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho mostram que somente em fevereiro o saldo foi de 7.703 vagas.

Foi o quarto melhor resultado do País, atrás de São Paulo (30.040 vagas), Santa Catarina (16.344) e Rio Grande do Sul (13.024).

SETOR - No acumulado do ano, o setor que mais contratou com carteira assinada no Paraná foi o de serviços, com 11.783 vagas, seguido pela indústria da transformação, com 7.099.

A construção civil gerou, no bimestre, 1.816 vagas, a agropecuária gerou 584, os serviços de utilidade pública geraram 177, a administração pública 95, e a indústria extrativa, 29. O único setor a ter saldo negativo no período foi o comércio, com 2.076 vagas.

Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, Curitiba foi a cidade que mais contratou, com saldo de 4.161 vagas, seguida por Maringá (1.275) e Cascavel (1.257).



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
O Paraná gerou 19,5 mil vagas com carteira assinada nos primeiros dois meses do ano. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho mostram que somente em fevereiro o saldo foi de 7.703 vagas.
Foto: Rodrigo Czekalski/Divulgação DAF/Arquivo ANPr
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro