Termina nesta sexta-feira (23) o prazo para empresas e pessoas físicas aderirem ao plano de pagamento de dívidas ativas com precatórios. A medida vale para dívidas tributárias e não tributárias inscritas até 25 de março de 2015.Curitiba, 20/02/2018.Foto: Julio César da Costa Souza/SEFA

Prazo para aderir ao pagamento com precatórios termina sexta

Termina nesta sexta-feira (23) o prazo para empresas e pessoas físicas aderirem ao plano de pagamento de dívidas ativas com precatórios. A medida vale para dívidas tributárias e não tributárias inscritas até 25 de março de 2015.

A adesão ao programa pode ser feita até sexta-feira pela internet, selecionando as dívidas ativas com o Estado pelo Portal Receita/PR. Em seguida, o devedor deve efetuar o pagamento de 10% da dívida em dinheiro até o 28 de fevereiro.

Os 90% restantes dos débitos poderão ser compensados com precatórios, que devem ser indicados até 30 de março à Procuradoria Geral do Estado (PGE).

O período inicial para pagamento de dívidas ativas com precatório ocorreu de 20 de dezembro a 15 de janeiro e contou com 124 adesões. Entre empresas e pessoas físicas, o valor das dívidas negociadas somou R$ 233 milhões, sendo 10% com pagamento em dinheiro, como previsto na legislação, e o restante (90%) com apresentação de precatórios próprios ou de terceiros.

Em dezembro, para reduzir o estoque de precatórios do Estado, o governador Beto Richa assinou decreto que autoriza a utilização de precatórios pelos contribuintes para compensar débitos que estão em dívida ativa. A análise dos pedidos já realizados e da documentação apresentada será feita pela Secretaria da Fazenda e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE).



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Termina nesta sexta-feira (23) o prazo para empresas e pessoas físicas aderirem ao plano de pagamento de dívidas ativas com precatórios. A medida vale para dívidas tributárias e não tributárias inscritas até 25 de março de 2015.Curitiba, 20/02/2018.Foto: Julio César da Costa Souza/SEFA
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro