Usuários do programa Passe Livre poderão acessar mais rápido o benefício de isenção tarifária no transporte intermunicipal. Curitiba, 14/11/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS

Secretaria da Família agiliza emissão de Passe Livre

Usuários do programa Passe Livre poderão acessar mais rápido o benefício de isenção tarifária no transporte intermunicipal. A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social (Seds) começou a implantar um novo sistema, que agiliza a emissão da carteirinha.

A partir desta terça-feira (14), a ferramenta pode ser usada em 18 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, incluindo a capital. Para capacitar os trabalhadores sobre o novo modelo de informações, 33 técnicos e gestores dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dessas cidades participaram do curso no Palácio das Araucárias, em Curitiba.

PILOTO – Serão dispendidas algumas semanas para teste e adaptação do sistema. Após esse período, os outros 381 municípios do estado também serão treinados para usar a novidade. De acordo com a coordenadora da Política da Pessoa com Deficiência, Flavia Cordeiro, o sistema vai beneficiar tanto os trabalhadores quanto os usuários da assistência social.

“Vai melhorar o trabalho do assistente social, da equipe do Passe Livre e, principalmente, do solicitante, que poderá usufruir do benefício mais rapidamente”, diz Flavia.

A coordenadora salienta que o sistema também vai diminuir falhas por conta da papelada. “Perdíamos muito tempo com retrabalhos por conta da documentação em papel. Às vezes, vinha incompleta ou com cálculo de renda incorreto. Com o esforço da nossa equipe, conseguimos desenvolver essa ferramenta”, complementa.

IMPLANTAÇÃO – Flávia explica que a implantação será feita primeiro nos Cras e, a partir do ano que vem, outras entidades que fazem esse serviço poderão ser capacitadas.

Segundo a assistente social do Cras da Lapa, Eliane Piculski Paes, a desburocratização vai tornar o serviço ainda mais acessível. “O sistema era mais trabalhoso. Agora, nós vamos poder conversar e explicar melhor os trâmites para os beneficiários”, complementa Eliane.

BENEFÍCIO – O programa Passe Livre assegura a isenção tarifária nos transportes coletivos intermunicipais para pessoas com deficiência e renda familiar per capita inferior a dois salários mínimos.

Essa isenção se estende também às pessoas que possuem algumas doenças crônicas e fazem tratamento fora de seu município. As doenças contempladas pela legislação são: insuficiência renal crônica, doença de Crohn, câncer, transtornos mentais graves, HIV, mucoviscosidade, hemofilia e esclerose múltipla.

Para requerer o benefício, a pessoa com deficiência, doença crônica ou seu responsável deve procurar um Cras. Os documentos necessários para efetuar o pedido são: uma foto 3X4; a cópia da Carteira de Identidade (RG), do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e do Comprovante de Residência; e o comprovante de rendimentos de todos os membros do núcleo familiar.

PRIMEIROS – Os municípios que receberam a capacitação são: Agudos do Sul, Almirante Tamandaré, Araucária, Balsa Nova, Bocaiuva do Sul, Campo Largo, Colombo, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Piên, Pinhais, Quatro Barras, Quitandinha, Rio Negro, Rio Branco do Sul e São José dos Pinhais.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Usuários do programa Passe Livre poderão acessar mais rápido o benefício de isenção tarifária no transporte intermunicipal. Curitiba, 14/11/17. Foto: Aliocha Maurício/SEDS
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa