Secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, anuncia mutirão de cirurgias de catarata, próteses auditivas e locomotoras em Ponta Grossa.
Ponta Grossa 24/10/2017
Foto:Venilton Küchler

Estado promove mutirão de cirurgias nos Campos Gerais

O Governo do Estado lançou nesta terça-feira (24), em Ponta Grossa, mais uma etapa do Mutirão Paranaense de Cirurgias Eletivas. O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, participou do lançamento e explicou que desta vez o objetivo do Estado é zerar a demanda por cirurgias de catarata na região dos Campos Gerais, atendendo pacientes de 12 municípios. Os procedimentos serão realizados no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG) entre 02 e 05 de novembro.

Também nesta terça, o secretário participou da solenidade que marcou o início do mutirão de fornecimento de órteses, próteses locomotoras e auditivas promovido com recursos próprios do Governo do Estado. “Com certeza um dia muito especial para a população dos Campos Gerais. Hoje demos início a uma série de ações que vão impactar diretamente na qualidade de vida de milhares de pessoas. Mais uma mostra do nosso compromisso com a saúde do povo do Paraná, em especial desta importante região do Estado”, disse Caputo Neto.

O governo estadual vai destinar cerca de R$ 600 mil para a realização de 400 cirurgias de catarata. Desde o início do mutirão foram feitos 3,2 mil procedimentos deste tipo na região. “Os pacientes já foram avaliados e triados pelos municípios. Agora estamos organizando tudo para recebê-los no feriado”, explica o diretor-geral do HURCG, Everson Krum.

Esta é a primeira vez que o mutirão acontecerá no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais. O espaço será utilizado pela empresa especializada em cirurgias de catarata vencedora do chamamento público feito pelo próprio hospital. A expectativa é que sejam realizados em torno de 100 procedimentos por dia.

PRÓTESES – O mutirão de órteses e próteses, iniciado nesta terça-feira, atenderá aproximadamente 1,2 mil pessoas. Com um investimento de R$ 1,1 milhão, o Estado vai fornecer 730 aparelhos auditivos, 298 cadeiras de rodas (8 motorizadas), 13 cadeiras de banho, 76 próteses de membros inferiores e 115 órteses. O público-alvo é formado por pacientes que já foram submetidos à triagem pelas prefeituras, em parceria com a 3ª Regional de Saúde.

“Com as cirurgias de catarata inúmeras pessoas voltarão a enxergar. Já este outro mutirão é específico para garantir melhores condições de vida àqueles que têm dificuldade de locomoção ou audição. Um trabalho que vem dando resultado em outras regiões e que agora chega aos Campos Gerais”, disse o secretário.

Um dos contemplados pelo mutirão de próteses nesta terça foi o aposentado Antônio Vilmar Evaristo, de 57 anos. Morador de Ponta Grossa, ele conta que teve que amputar as duas pernas após um acidente de trem. “Desde então eu só podia sair de casa com cadeira de rodas. Até tentei usar uma outra prótese, mas não me adaptei porque tinha sempre que andar com muletas. Agora tudo vai mudar e espero poder andar com mais facilidade”, comemora ele.

Outra paciente beneficiada foi Ivanilde Albach, de 77 anos. Ela afirma que com o passar dos anos foi perdendo a audição e por muito tempo foi obrigada a comprar o aparelho por conta própria. “Fiquei muito feliz de saber que o SUS fornecia o aparelho de forma gratuita. É um direito nosso que, com certeza, nos ajuda muito”, comentou.

Para o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, a atuação do Estado tem sido essencial para ampliar os serviços de saúde disponíveis nos municípios. “Estes mutirões aqui na região são a prova de que é possível fazer mais pela saúde. Por isso, só temos a agradecer ao Governo do Estado pela parceria. Quem ganha com isso é a população que depende do SUS”, enfatiza.

FARMÁCIA – Na região, Caputo Neto visitou ainda as obras de construção da nova sede da Farmácia do Paraná. O prédio de 614 metros quadrados deve ser entregue no final de 2018 e vai abrigar também a Central de Abastecimento Farmacêutico da 3ª Regional de Saúde. A obra conta com um investimento de R$ 1,5 milhão do Estado.

Segundo a diretora da 3ª Regional de Saúde, Scheila Mainardes, atualmente 6,5 mil usuários estão cadastrados na unidade. “São em média 250 atendimentos por dia. Um serviço importantíssimo que muito em breve ficará ainda melhor, com instalações adequadas e todo o conforto necessário aos usuários”, disse ela.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, anuncia mutirão de cirurgias de catarata, próteses auditivas e locomotoras em Ponta Grossa.
Ponta Grossa 24/10/2017
Foto:Venilton Küchler
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro