A vice-governadora Cida Borghetti durante a abertura da I Conferência Nacional de Prefeitas e Governadoras  e do VII Conferência Nacional de Primeras-Damas em São Paulo. - São Paulo/SP, 10.08.2017 - Foto: Jonas Olivcia eira/Vice Governadoria
Foto: Jonas Oliveira Acesse a galeria de fotos

Cida Borghetti destaca produção de remédio contra câncer de mama

A vice-governadora Cida Borghetti participou nesta quinta-feira (10), em São Paulo, da abertura da I Conferência Nacional de Prefeitas e Governadoras e VII Conferência Nacional de Primeiras-Damas. No evento, Cida destacou o medicamento Trastuzumabe, utilizado no combate ao câncer de mama, que ainda é importado pelo País e que passará a ser fabricado pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).

O Tecpar fornecerá o medicamento ao SUS. "Vamos produzir no Paraná e o SUS vai distribuir para o Brasil todo. Um grande avanço para auxiliar no tratamento e na sobrevida dos pacientes", disse a vice-governadora. O acordo de transferência de tecnologia foi assinado nesta semana, com o Ministério da Saúde, com o laboratório Roche (que possui a patente) e a empresa Axis Biotec (que tem a exclusividade de transferência no País). O Trastuzumabe auxilia no tratamento de um dos tipos mais agressivos da doença (subtipo HER2+).

EVENTO - Organizado pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), o evento reuniu lideranças femininas de várias regiões do país. O objetivo é orientar e buscar a aplicação de políticas e programas de saúde que garantam acesso, atendimento qualificado, tratamento ágil e adequado para a mulher em seus estados e municípios.

“Estamos juntas, demonstrando a vontade de fazer a diferença. Sou uma entusiasta da prevenção, que é a única maneira de salvar vidas e dar oportunidade as nossas mulheres”, afirmou a vice-governadora, que é autora da lei que institui o Dia Estadual e Nacional de Luta Contra o Câncer de Mama (27 de novembro).

Segundo a presidente voluntária da Femama, Maira Caleffi, a ideia principal é a troca de informações sobre práticas de sucesso e promover atitudes e mudanças. "Cada organização tem sua identidade. Neste evento reunimos 65 entidades com uma agenda única, que luta para influenciar políticas públicas para o câncer de mama", disse.

Ao final do evento será elaborado, em conjunto, um documento orientador com ações para serem desenvolvidas localmente. As ações resultantes do encontro também serão reunidas em um mapa digital.

UNIDADES DA MAMA - A vice-governadora Cida Borghetti ressaltou, ainda, que o Paraná possui centros de diagnóstico e tratamento da doença, batizados de Unidades da Mama, distribuídos estrategicamente pelo estado para assegurar exames e atendimentos a todas as mulheres paranaenses que venham a ser diagnosticadas com a doença. "O Paraná é o único estado a possuir esses centros de diagnósticos com equipamentos de alta precisão e última geração. Em alguns locais, o tempo de espera para exames e resultados caiu de 10 meses para 14 dias. É um grande avanço", afirmou Cida Borghetti. As unidades estão em Londrina (Cismepar), Maringá (Universidade Estadual de Maringá), e Curitiba (Hospital de Clínicas).



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
A vice-governadora Cida Borghetti durante a abertura da I Conferência Nacional de Prefeitas e Governadoras  e do VII Conferência Nacional de Primeras-Damas em São Paulo. - São Paulo/SP, 10.08.2017 - Foto: Jonas Olivcia eira/Vice Governadoria
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro