IPC de junho registra oscilação negativa de -0,22%

O Índice de Preços ao Consumidor do município de Curitiba (IPC) registrou variação negativa de -0,22% em junho frente aos resultados de -0,09% do mês anterior e de 0,28% de junho do ano passado. As informações são do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), do Governo do Estado.
Com isso o indicador acumulado em 12 meses foi de 2,30% contribuindo para a menor taxa para esse período nos últimos 17 anos. O cotejo desse valor com a variação acumulada em momentos anteriores denota queda de 0,51 pontos percentuais ante o mês de maio de 2017, em que o indicador foi 2,81% e retração de 5,89 pontos percentuais frente junho de 2016 (8,19%). No ano o índice está em 1,15% contra 4,22% para o mesmo intervalo de 2016.
A principal influência na apuração mensal adveio do grupo Habitação com decréscimo de -1,12%, influenciado pela tarifa de energia elétrica, com queda de -6,72%; na outra ponta o aumento de 4,32% em tarifa de água proibiu que esse grupamento apresentasse valores negativos de maior intensidade.
O segundo grupo com destaque foi Saúde e Cuidados Pessoais com aceleração de 1,18% impulsionado por planos de saúde com reajuste médio de 5,43% e medicamentos contra a hipertensão, 8,28%, e remédios para problemas relacionados ao estômago, 6,76%.
O grupo Alimentos e Bebidas com descenso de -0,62% refletiu os preços menores de itens como laranja pera, -13,50%, cebola, -20,73%, alcatra, -6,84% e patinho, -5,49%, entretanto feijão preto e queijo mussarela apresentaram aumentos médios de 8,67% e 5,32%, respectivamente.
Tabela IPC



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro