Vendas de carne de frango subiram 17,5% e as de suíno 36%

O Paraná é o maior produtor e exportador de frango do País. No primeiro quadrimestre deste ano, as vendas externas da carne in natura tiveram aumento de 17,5%, de US$ 645,25 milhões para US$ 758,1 milhões, com destaque para mercados como Arábia Saudita, Emirados Árabes, Japão, Hong Kong e África do Sul. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.
As vendas de carne de frango processada, por sua vez, tiveram alta de 20,3%, de US$ 27,7 milhões para US$ 33,3 milhões, com destaque para mercados como Reino Unido, Holanda e Alemanha.
As exportações de suínos in natura, por sua vez, tiveram aumento de 36%, de US$ 46,18 milhões, para US$ 62,8 milhões. Hong Kong, Uruguai, Argentina e Cingapura são os principais mercados. As vendas de carnes de peru tiveram alta de 89,5%, de US$ 4,07 milhões para US$ 7,71 milhões.
NEGATIVA - A contribuição negativa no quadrimestre foi da carne bovina. As exportações de carne in natura tiveram recuo de 19,2%, de US$ 33,3 milhões para US$ 26,9 milhões. As vendas de carne bovina industrializada, por sua vez, caíram 34,6%, de US$ 2,8 milhões para US$ 1,85 milhão. O Paraná, no entanto, não tem tradição na exportação de carne bovina, com uma participação de cerca de 2% no total do Brasil. As demais carnes tiveram alta de 17,4%, de US$ 11,7 milhões para US$ 13,8 milhões na mesma base de comparação.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa