O Governador Beto Richa, durante assinatura de recursos finaceiros para hospitais de Curitiba, com Prefeito Rafael Greca, vice Eduardo Pimentel, Ministro da Saude Ricardo Barros e Vice gorvernador Cida Borghetti.

Governador garante R$ 18,3 milhões para nove hospitais de Curitiba

O governador Beto Richa repassou nesta segunda-feira (16) R$ 18,3 milhões em recursos para nove hospitais de Curitiba, de média e alta complexidade, que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A cerimônia aconteceu na prefeitura de Curitiba e contou com a presença do prefeito Rafael Greca e do ministro da Saúde, Ricardo Barros.
Além do recurso, Richa entregou uma UTI móvel para o município. Outras cinco ambulâncias, para o atendimento do Samu 192, foram entregues a Curitiba pelo governo federal.
O governador e o prefeito também assinaram um protocolo de intenções entre a Comec e a Urbs com o objetivo de promover um estudo para reativação do sistema de transporte integrado entre Curitiba e a Região Metropolitana. A primeira linha a ser reintegrada é a Colombo-CIC, que voltará a operar no dia 23, atendendo cerca de 30 mil passageiros.
“É uma honra voltar a frequentar a Prefeitura de Curitiba e poder contribuir com o crescimento do município, o que é também a nossa obrigação. Estes repasses que fazemos hoje são de recursos que já estavam liberados para a prefeitura, mas que não foram aplicados. Não sei por qual razão e não cabe a mim dizer. Nós voltamos a contribuir com o município e podemos, enfim, restabelecer a verdade”, disse Richa.
O governador ressaltou que os repasses e incentivos à prefeitura de Curitiba nunca deixaram de ser feitos. “Nos últimos quatro anos, repassamos mais de R$ 170 milhões em subsídios e outros R$ 50 milhões em isenção de ICMS. Vamos continuar fazendo a nossa obrigação para que Curitiba volte a dar exemplo para o Brasil, volte a ser uma cidade de vanguarda e recupere o tempo perdido”, acrescentou Richa.
O prefeito Rafael Greca falou sobre a parceria entre o governo do estado e a prefeitura de Curitiba. “O ano começa com saúde, a minha e a do povo. Este é meu segundo mandato e nós vamos viver duas vezes. Vamos criar o novo”, disse.
REPASSES – Os R$ 18,3 milhões são relativos ao adiantamento de seis parcelas de um incentivo estadual formalizado com o município, em junho de 2016, no valor de R$ 36,7 milhões. O recurso será utilizado para a realização de exames de alta complexidade, cirurgias, consultas médicas e disponibilização de leitos de UTI.
Este é o segundo repasse para a saúde de Curitiba que o governo do Paraná faz em menos de 20 dias. Nos primeiros dias do ano, o governo do estado repassou R$ 4 milhões para a compra de medicamentos para os postos de saúde do município. “Foi uma verba emergencial para socorrer as unidades de saúde e que permitirão fornecer medicamentos por dois meses para as unidades. Até o final deste ano, repassaremos R$ 10 milhões para serem usados para este fim pelo município”, disse o governador.
UTI MÓVEL - O veículo entregue pelo Estado, no valor de R$ 150 mil, é totalmente equipado para atendimentos de urgência e emergência e se destina ao transporte de pacientes em estado grave para hospitais de atendimento especializado.
A entrega de ambulâncias aos municípios é uma das estratégias da Rede Paraná Urgência, programa do Governo do Estado. Em seis anos, foram distribuídas 688 ambulâncias a municípios, consórcios, hospitais, Samu e Siate para melhorar o transporte de pacientes em situações de urgência.
Outras cinco ambulâncias foram entregues pelo governo federal ao município de Curitiba. De acordo com o ministro da saúde, Ricardo Barros, os veículos vêm para repor outras ambulâncias que têm mais de cinco anos de uso. “Estamos repassando ao município de Curitiba R$ 81 milhões em recursos federais, relativos a emendas individuais da bancada paranaense e de custeio de serviço”, afirmou o ministro.

BOX
Richa e Greca reativam linha Colombo-CIC
O governador Beto Richa e o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, assinaram nesta segunda-feira (16) a reativação da linha de ônibus Colombo-CIC. Trata-se do primeiro passo para a reativação do sistema integrado de transporte, que deixou de funcionar na capital nos últimos anos. “A pedido do prefeito Rafael Greca, voltamos a integrar do sistema metropolitano de transporte com a nossa capital, algo que tinha sido perdido pela administração anterior. É importante lembrar que jamais deixamos de repassar recursos para o município para este fim. O subsídio continua, continuaremos a repassar o mesmo valor que já era dado, cerca de R$ 5 milhões mensais”, afirmou Richa.
Greca afirmou que a linha Colombo-CIC volta a circular no dia 23 de janeiro. “A minha ideia é fazer com que, ate junho, todo o sistema (de transporte integrado) seja recomposto. Para isso eu conto com o governador Beto Richa que tem a boa intenção de tornar a grande Curitiba uma cidade só”, afirmou. “A Rede Integrada de Transportes foi tão boa que durou 20 anos e foi imitada por outras cidades. Infelizmente tivemos a desintegração em 2015. Queremos requalificar o sistema de transportes com recursos da Caixa Econômica Federal e o trabalho conjunto da Urbs e da Comec”, completou Greca.
Com a volta do Colombo/CIC, os passageiros poderão percorrer os 26 quilômetros do trajeto sem precisar mudar de ônibus. Os dois gestores também assinaram um protocolo de intenções para estudos técnicos de implantação do Novo Sistema Metropolitano Integrado de Passageiros.
Desde fevereiro de 2015, quando foi rompida a integração tarifária entre URBS e RMC, a linha passou a ser atendida pelo trajeto Maracanã/Cabral, com ponto final no Terminal Cabral, onde os passageiros precisavam trocar de ônibus para continuar o trajeto. Os horários da linha Colombo-CIC foram reprogramados e podem ser consultados no site da URBS (www.urbs.curitiba.pr.gov.br).
A partir da próxima segunda-feira (23), a linha Colombo-CIC volta a funcionar substituindo as linhas CIC-Cabral e Maracanã-Cabral. O passageiro pode embarcar no Terminal do Maracanã e seguir diretamente até o CIC, cruzando o Centro de Curitiba. No trajeto são nove paradas: nos terminais Maracanã, Cabral, Capão Raso e CIC e nas estações-tubo Comendador Fontana, Nestor de Castro, Tiradentes, Rui Barbosa, Sete de Setembro, Kennedy e Guaíra.
O Ligeirinho Colombo-CIC funcionará nos dias úteis e aos sábados. Aos domingos os passageiros de Curitiba continuarão sendo atendidos pela linha Cabral-CIC.


Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
O Governador Beto Richa, durante assinatura de recursos finaceiros para hospitais de Curitiba, com Prefeito Rafael Greca, vice Eduardo Pimentel, Ministro da Saude Ricardo Barros e Vice gorvernador Cida Borghetti.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa