Governador Beto Richa entrega as chaves da casa própria para 700 famílias da cidade de Castro, na região dos Campos Gerais. Presentes: presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, secretário da Comunicação Social, Marcio Villela, Superintendente Nacional da CEF, Henrique Marra.Castro, 16-09-16.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Richa entrega as chaves da casa própria para 700 famílias de Castro

Mais 700 famílias de Castro, nos Campos Gerais, receberam nesta sexta-feira (16) suas novas moradias. As casas são dos Residenciais Alvorada I e II, o maior empreendimento habitacional inaugurado no Estado, neste ano. As chaves foram entregues pelo governador Beto Richa, em solenidade realizada no próprio empreendimento, com a participação do presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) Abelardo Lupion, e do superintendente nacional do programa Minha Casa Minha Vida, Henrique Marra. Richa também inaugurou os sistemas de água e esgoto dos residenciais, um investimentos de R$ 4,39 milhões, feito pela Sanepar.
O residencial Jardim Alvorada I tem 300 unidades e o Jardim Alvorado II conta com 400 unidades. Elas têm 41,51 metros quadrados e as famílias pagarão prestações mensais que variam de R$ 25,00 a R$ 80,00 pelo período de dez anos. “É muita alegria, um sonho realizado”, disse Andrea Almeida, dona de casa, mãe de quatro filhos, após receber as chaves das mãos do governador. “Uma vida nova, uma nova fase”, afirmou ela, que até agora morava junto com os pais. “Agora vou para minha casa, com boa estrutura. Tudo perfeito. Estou feliz”.
O governador lembrou que, com essa entrega, já são 812 famílias atendidas no município de Castro. “A prioridade do nosso governo é garantir a moradia própria aos paranaenses. Garantir, com boa moradia, uma vida mais digna às famílias de baixa renda, que merecem essa atenção especial. Para elas fazemos esse grande investimento e planejamento na área habitacional”, afirmou Richa.
PARCERIA - Os Residenciais Alvorada I e II foram construídos em parceria do Governo do Paraná, por meio da Cohapar, Copel e Sanepar, com o Governo Federal, por intermédio da Caixa, e a prefeitura de Castro. O investimento foi de R$ 48,3 milhões. O Governo do Estado entrou com subvenção financeira, além de serviços da Copel e da Sanepar, totalizando R$ 4,3 milhões. Já a Prefeitura contribuiu com R$ 800 mil para a pavimentação de acesso e ainda teve mais R$ 1,2 milhão que a construtora Piacentini, responsável pela obra, investiu no reforço do sistema de esgotamento sanitário e na pavimentação.
Richa ressaltou que o atual governo é o primeiro a construir unidades habitacionais nos 399 municipios do Paraná. “Com uma inovação, também, um importante avanço que é a casa rural”, disse ele. De 2011 para cá, 13 mil famílias de agricultores familiares foram atendidas com projetos habitacionais.
“O trabalho não para por aqui, vamos continuar fazendo mais moradias, fortalecendo a parceria com os municípios e a parceria fundamental com o governo federal, basicamente através da Caixa. “Essa soma de esforços é que tem garantido ao Paraná uma revolução habitacional”, afirmou o governador. Ele também ressaltou o trabalho da Cohapar. “Isso se deve, também, à competência e dedicação dos técnicos da Companhia”, disse ele.
REFERÊNCIA – A parceria do Governo Federal com o Paraná na área da habitação é uma das maiores do País, segundo o superintendente do programa Minha Casa Minha Vida. “O Paraná é um dos Estados que mais contrata junto à Caixa. Aqui temos uma verdadeira parceria, uma referência do programa no País”, afirmou Henrique Marra.
Ele afirmou que o Minha Casa Minha Vida será mantido e ampliado. “A habitação é um direito da sociedade, uma conquista das famílias”, disse ele, lembrando que, em Castro, mais unidades serão construídas. MODELO - O presidente da Cohapar afirmou que o empreendimento Residencial Alvorada I e II é um modelo e exemplo do esforço do governo para responder às necessidades da população por moradias. “Temos projeto de mais 400 unidades já licitadas, prontas para serem construidas em Castro. É uma mudança na história do município. Nos últimos anos, Castro recebeu muitos investimentos produtivos, novas indústrias. A área da habitação tem de acompanhar esse crescimento, a oferta tem que ser farta”, afirmou Lupion.
No município, desde 2011, 812 famílias foram atendidas com moradias urbanas e na área rural, para pequenos proprietários. Os investimentos chegam a R$ 51 milhões, sempre por meio da parceria do Governo do Paraná com o Governo Federal e prefeitura.
ÁGUA E ESGOTO - No sistema de abastecimento, a Sanepar implantou 5 mil metros de adutora de água tratada. Também foram instalados 20 mil metros de redes de distribuição e 700 hidrômetros. O investimento foi de R$1,53 milhão. Para a implantação do sistema de esgotamento sanitário, o Jardim Alvorada recebeu mais R$ 2,85 milhões. Foram executados 20 mil metros de rede coletora de esgoto e 700 ligações prediais, além de cerca de 2,3 mil metros de linhas de recalque e duas estações elevatórias de esgoto para escoamento do efluente sanitário.
PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário de Estado da Comunicação Social, Márcio Villela; os deputados estaduais Plauto Miró e Missionário Arruda, e os deputados federais Osmar Serraglio e Sandro Alex.
Box
Beneficiadas dizem que novas moradias garantem um futuro melhor
Samara Pedroso, de 34 anos, mora há cerca de uma década em uma casa de madeira construída em uma área irregular de Castro. O local fica próximo a uma linha de trem e de uma valeta a céu aberto, o que inviabiliza o mínimo de conforto para a família. “A gente não tem água encanada, então sempre que usamos o banheiro precisamos emprestar do vizinho e para tomar banho só de bacia dentro do tanque. É complicado, principalmente no inverno”, relata.
Samara cria sozinha os cinco filhos e conta que nunca teve condições de se mudar com a família para um lugar melhor. “Nós estávamos contando nos dedos os dias pra poder mudar pra nova casa. É uma felicidade imensa finalmente chegar esse momento”, comemorou.
Outra família beneficiada foi a da dona de casa Marli Priotto de Almeida, de 49 anos. Em situação parecida com a de Samara, ela demonstra ansiedade com a mudança para a casa própria. “Trabalhei muitos anos como empregada na casa dos outros e sempre ficava pensando se algum dia eu também teria um lugar bonito pra morar com meus filhos”, conta. Com as chaves do novo lar, Marli espera um futuro melhor para ela e a família. “A ficha ainda não caiu. Só vou acreditar quando entrar pela primeira vez na casa, e com o pé direito. Daqui pra frente é casa nova, vida nova”.
Evanilda de Freitas Pereira, diarista, conta que morava de favor quando fez o cadastro para receber a moradia própria. “Eu falei que ia lutar pelo meu sonho, coloquei nas mãos de Deus e agora estou aqui hoje para receber a chave da casa própria. É um sonho realizado. Estou muito feliz por isso, eu vou morar com os meus cinco filhos, numa casa minha, que vou poder arrumar do meu jeito e fazer o que eu quiser”, disse ela. “Muitos anos lutando e trabalhando, mas não tem como juntar dinheiro, ainda mais com os filhos que a gente tem despesa”, disse.
Sandra Mara Rodrigues é outra beneficiada que irá morar com os cinco filhos. “É um sonho.A gente lutou bastante e agora conseguiu. Minha casa de antes era minha mesmo, mas de madeira, terreno invadido, a condição não era boa. Essa nova casa é ótima”, afirmou.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Governador Beto Richa entrega as chaves da casa própria para 700 famílias da cidade de Castro, na região dos Campos Gerais. Presentes: presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, secretário da Comunicação Social, Marcio Villela, Superintendente Nacional da CEF, Henrique Marra.Castro, 16-09-16.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro