Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Prêmio de Gestão da CAF (Coordenaroria de Apoio Financeiro à Rede Escolar) das escolas do Núcleo de Pitanga, na foto o CEEP Professor Miguel Carlos Parolo onde acontece o evento. 15-09-16. Foto: Hedeson Alves/SEED
Foto: HEDESON ALVES Acesse a galeria de fotos

Ações pedagógicas inéditas rendem Prêmio de Gestão a escolas estaduais

As escolas da rede estadual pertencentes ao Núcleo Regional de Educação de Pitanga, na região central do Paraná, que apresentaram os melhores resultados na execução de projetos pedagógicos e aplicação eficiente dos recursos públicos foram contempladas nesta quinta-feira (15) com o Prêmio de Gestão da Secretaria de Estado da Educação. Na quarta-feira foram premiadas as escolas do Núcleo Regional de Guarapuava.
O programa, desenvolvido pela Coordenadoria de Apoio Financeiro à Rede Escolar (CAF) da Secretaria da Educação, é uma iniciativa pioneira do governo paranaense e tem como objetivo reconhecer e divulgar as melhores gestões que contam com a participação da comunidade escolar na aplicação dos recursos públicos e no desenvolvimento de projetos pedagógicos que enriquecem o processo de ensino e aprendizado.
A premiação está alinhada ao programa Minha Escola Tem Ação (Meta) da Secretaria da Educação, que busca reduzir os índices de evasão e elevar a qualidade do ensino por meio da gestão escolar participativa. “As escolas que se destacam possuem características que garantem a boa gestão, que são a competência do diretor com as situações diárias da escola, planejamento de gestão e o envolvimento efetivo da comunidade no processo”, disse a coordenadora de Prestação de Contas Escolar da CAF, Angela Kubersky.
RECONHECIMENTO – Em Pitanga, as três escolas que apresentaram os melhores resultados serão premiadas com uma cota extra no valor de R$ 6 mil (para a primeira colocada), R$ 4 mil (segunda), e R$ 3 mil (terceira). A aplicação dos recursos será definida pela própria escola de acordo com a prioridade de cada estabelecimento de ensino. As demais participantes receberam uma menção honrosa pelos projetos desenvolvidos.
TRANSFORMAÇÃO - Segundo a diretora Liane Maria Ianze, do Colégio Estadual do Campo São Manoel, de Santa Maria do Oeste, que ficou em primeiro lugar, a escola merecia a premiação pela transformação realizada em apenas sete meses. “Conseguimos, com o apoio da comunidade, transformar a nossa escola em um espaço agradável, acolhedor, em que os professores, funcionários e alunos sentem prazer em fazer parte dessa família”, revelou. Segundo Liane, que está no primeiro ano de gestão, a escola se transformou no principal ponto de referência para a comunidade. “A nossa escola é o orgulho da nossa comunidade”, disse.
A diretora Maria Solange Tomen, do Colégio Estadual do Campo Aurélio Buarque de Holanda, de Pitanga, que ficou em segundo lugar, destacou o envolvimento da comunidade e, principalmente, dos alunos nas ações desenvolvidas pela escola. “Temos que agradecer muito porque conseguimos construir uma família em nossa escola, graças ao envolvimento de toda a comunidade, e esse prêmio é a prova de que juntos podemos fazer sempre mais”, disse Solange.
Já a diretora Vanda Barbosa Vieira Firmino, do Colégio Estadual Doutor João Ferreira Neves, de Palmital, que obteve o terceiro lugar, contou que o principal motivo da premiação foi a gestão participativa. “Nosso maior desafio foi trazer todo o grupo parar participar da gestão da escola”, contou.
SEGUNDA EDIÇÃO - Essa é a segunda edição do Prêmio e envolve escolas pertencentes aos Núcleos Regionais de Educação de Guarapuava, Pitanga, Toledo, Assis Chateaubriand, Goioerê, Cianorte, Pato Branco, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Ibaiti, Wenceslau Braz e Cornélio Procópio. Em 2017, o prêmio vai envolver escolas de 15 núcleos de educação. Já para 2018, está previsto a edição do Prêmio Gestão Estadual, que irá escolher a melhor gestão escolar do Paraná.
Para participar, as escolas precisam passar por 12 critérios, incluindo a entrega das prestações de contas em dia, cumprimento dos prazos, manutenção da rede física das escolas, além de projetos inovadores que reflitam na qualidade do processo de ensino e aprendizado. As escolas também precisam apresentar bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Secretaria de Estado da Educação do Paraná, Prêmio de Gestão da CAF (Coordenaroria de Apoio Financeiro à Rede Escolar) das escolas do Núcleo de Pitanga, na foto o CEEP Professor Miguel Carlos Parolo onde acontece o evento. 15-09-16. Foto: Hedeson Alves/SEED
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa