O trânsito sobre a trincheira da Rua Jacob Macanhan e Avenida Camilo Di Lellis, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, será liberado neste sábado (30), a partir das 8 horas. A obra faz parte dos trabalhos de duplicação da rodovia PR-415, a João Leopoldo Jacomel, que liga Curitiba, Pinhais e Piraquara.
Pinhais, 27/08/2016.Foto: Jorge Woll/DER

No Paraná, investimentos mais que dobram em 2016

Em oito meses, os investimentos contratados pelo Governo do Paraná já somam R$ 1,094 bilhão, volume que já supera tudo que foi investido no ano passado, de R$ 1,031 bilhão. O valor empenhado entre janeiro e agosto é 126% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (R$ 484,6 milhões), de acordo com dados da Secretaria de Estado da Fazenda. As áreas de Infraestrutura, Saúde e Desenvolvimento Urbano são as com maior volume de recursos contratados.
"É um grande avanço nos investimentos públicos estaduais, e que tem como pano de fundo a mais prolongada crise econômica nacional das últimas décadas", disse o governador Beto Richa. "Todos os entes federados (União, estados e municípios) sofrem com a queda da arrecadação de tributos, decorrente da recessão, mas o Estado do Paraná mantém um ritmo crescente de investimentos, propiciado pelo equilíbrio de suas contas", acrescentou.
O desempenho do Paraná contrasta com a realidade da maioria dos estados, que reduziram e até mesmo suspenderam investimentos em 2016 em meio à recessão e à queda de arrecadação. Graças ao ajuste fiscal iniciado em 2014, que reorganizou as contas do Estado, o Paraná está colocando em prática o maior programa de investimentos do País.
O secretário de Estado da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, lembra que, no ano passado, o governo contingenciou 25% do orçamento, revisou licitações, renegociou contratos e proibiu novas contratações para poder se reorganizar financeiramente e voltar a investir em 2016.
"O Estado já liberou para empenho R$ 2,3 bilhões e R$ 1,1 bilhão já foi executado, o que mostra que o equilíbrio fiscal permitiu ao Paraná implantar um ritmo acelerado de investimentos apenas com recursos do Tesouro, não considerando o que foi investido pelas estatais", comentou Costa.
INFRAESTRUTURA - Mais da metade dos investimentos no Paraná foi direcionada para área de infraestrutura, que somou R$ 559,8 milhões.
“Apesar da crise nacional, o Paraná está conseguindo fazer grandes investimentos na área de infraestrutura. Já temos mais de R$ 500 milhões aplicados somente neste ano em obras que vão desde construção de novos hospitais, centros de especialidades, centros de apoio social, institutos médicos legais, até duplicações de rodovias. Todas estas obras geram centenas de empregos pelo Estado e vão beneficiar milhares de paranaenses. Estes investimentos em infraestrutura ajudam a promover o desenvolvimento do Paraná”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.
De acordo com o balanço da Secretaria da Fazenda, além da conservação de estradas e obras rodoviárias, auxílio a municípios, construção e ampliação de edifícios, como unidades de saúde, e compra de equipamentos foram destaques nos últimos oito meses.
SAÚDE - Somente na área de saúde foram R$ 94,14 milhões de janeiro a agosto desse ano. O valor se refere exclusivamente às despesas de capital, como obras em hospitais e unidades de saúde, aquisição de veículos e ambulâncias, compra de equipamentos e demais investimentos na infraestrutura da rede pública de saúde disponível no Paraná.
Outros destaques foram os investimentos na área de desenvolvimento urbano (R$ 72 milhões), que foram direcionados principalmente para infraestrutura em pequenos municípios, como recapeamento e pavimentação de ruas.
Na sequência, vêm os investimentos em segurança (R$ 60,63 milhões) – que estão propiciando obras em delegacias e em institutos médico legais (IMLs), construção de centros de integração social e aquisição de veículos, por exemplo.
Com R$ 55,2 milhões em contratações, a área de agricultura teve como destaque os investimentos na infraestrutura no Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) - como obras em laboratórios e biblioteca - ampliação de unidades regionais da Emater, aquisição de equipamentos para patrulhas mecanizadas e implantação de projetos na área de bovinocultura e pecuária leiteira, dentre outros.
Na Casa Civil, foram R$ 45,3 milhões, usados principalmente na integralização do capital da Cohapar e em ações do Detran. Outros R$ 43,6 milhões foram para ampliação e reformas de infraestrutura de universidades, aquisição de equipamentos para hospitais universitários e para atividades de ensino, pesquisa, inovação e desenvolvimento científico.
INVESTIMENTO – Além dos R$ 1,094 bilhão aplicados com recursos do Tesouro, as estatais também seguem com forte ritmo de investimento. As empresas acumulam R$ 2,41 bilhões empenhados em 2016, de acordo com a Secretaria da Fazenda. A maior parte desses recursos vem da Copel. Dos R$ 3,15 bilhões previstos em investimentos para 2016, a companhia de energia já executou R$ 1,85 bilhão até junho. A Sanepar, por sua vez, investiu, até junho, R$ 342 milhões dos R$ 979 milhões previstos para o ano.
BOX 1
Programa de investimentos em rodovias é o maior em 25 anos
O Paraná vem colocando em prática o maior programa de infraestrutura rodoviária nos últimos 25 anos, que prevê investimentos em 756 quilômetros de estradas – entre obras já entregues, em andamento e em projeto.
Estão em curso as duplicações da Rodovia do Café (Ponta Grossa, Califórnia-Arapongas, Ortigueira), a modernização e duplicação da PR-415, entre Pinhais e Piraquara, que recebe um fluxo de 25 mil veículos por dia, e a modernização da Estrada do Cerne (PR 090), em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, que já está 50% concluída. Somente essa obra vai beneficiar 30 mil moradores na região.
Também estão em curso obras de pavimentação, como nas rodovias PR 459, entre Reserva do Iguaçu e Pinhão, ou na PR 364, entre os distritos de Guará e Goes Artigas, na região de Guarapuava. Além disso, o programa de conservação de estradas prevê a manutenção de 12 mil quilômetros em todo Estado.
ESTRADAS RURAIS  - Um dos destaques é o convênio do Governo do Estado com 59 prefeituras que vai beneficiar mais de 100 mil pessoas, especialmente produtores rurais. Os projetos incluem pavimentação de 70 quilômetros de estradas rurais e ruas de municípios. O investimento é de R$ 40 milhões, sendo R$ 36,8 milhões de repasses estaduais e R$ 3,2 milhões em recursos municipais.
BOX 2
Repasses melhoram a vida de pacientes em todo Estado
Depois da infraestrutura, a área de saúde foi a segunda a receber maior volume de investimentos até o fim de agosto. Destaque para os repasses destinados às prefeituras na modalidade fundo a fundo, sem a necessidade de convênio. Ao todo, foram cerca de R$ 17 milhões aos 399 municípios do Estado.
O recurso foi utilizado na compra de ambulâncias e veículos para o transporte de pacientes, equipamentos e mobiliário para unidades de saúde, além de outras melhorias, sobretudo na estrutura do setor de vigilância em saúde.
O Estado aplicou ainda mais R$ 12 milhões em obras de unidades de saúde e aquisição de equipamentos aos municípios. “O fortalecimento da retaguarda de atendimento nos municípios tem sido uma das principais marcas do governo Beto Richa. Isso tudo tem melhorado a qualidade do atendimento aos paranaenses”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.
De janeiro a agosto, a rede própria de hospitais e unidades da Secretaria da Saúde também receberam atenção especial. Foram destinados R$ 9 milhões para a execução de inúmeras obras, como a construção dos hospitais regionais de Guarapuava e Telêmaco Borba, a ampliação da UTI do Hospital Regional do Norte Pioneiro (Santo Antônio da Platina), a construção da Farmácia do Paraná (unidade Ponta Grossa) e a reforma do Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos, em Piraquara.
Outro setor que contou com o apoio Governo do Estado foi a rede de hospitais filantrópicos. O investimento, de R$ 6,5 milhões, auxiliou na modernização do parque tecnológico de equipamentos e aparelhos dessas estruturas. “Além disso, ampliamos os repasses de custeio. Isso mostra que erguemos paredes, incorporamos novos equipamentos à rede, mas também apoiamos os hospitais e municípios na manutenção dos serviços”, explicou Caputo Neto.
BOX 3
Investimentos trazem melhorias a pequenos municípios
De janeiro a agosto, apenas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu) foram firmados 127 convênios que somam um total de R$ 72 milhões distribuídos em obras, serviços e ações nos municípios do Estado.
“Estes valores são firmados com os prefeitos, por meio do Programa de Transferência Voluntária da Sedu, e não precisam ser devolvidos aos cofres do Tesouro do Estado. São recursos a fundo perdido que oferecem melhores oportunidades de desenvolvimento aos pequenos municípios”, garante o secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior. São projetos de recapeamento asfáltico, pavimentação urbana e aquisição equipamentos rodoviários principalmente.
Os investimentos trouxeram melhorias para pequenos municípios como o de Piên, no Sudeste do Estado, cujas ruas foram recapeadas, melhorando a imagem da cidade, a qualidade de vida de seus 12 mil habitantes e, ainda, valorizando imóveis.
O mesmo aconteceu no município de Marquinho, localizado no centro-sul do Estado, com uma população de 4.981 habitantes; e em Tapira, com 5.836 moradores, no noroeste do Estado.
Cidades como Santo Antônio do Sudoeste, de São José da Boa Vista, São João do Triunfo, Quedas do Iguaçu e Nova América da Colina ganharam pavimentação nova nas suas vias urbanas. Os projetos beneficiaram 76 mil pessoas.
Houve obras de infraestrutura urbana ainda em Barracão, Campo Largo, Cianorte, Centenário do Sul, Douradina, Doutor Ulysses, Godoy Moreira, Guaratuba, Imbituva, Mato Rico, São João do Ivaí, Nova Prata do Iguaçu, Pinhão, Prudentópolis, Cândido de Abreu e Wenceslau Braz. As cidades passam a contar com áreas de lazer à população de todas as idades.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
O trânsito sobre a trincheira da Rua Jacob Macanhan e Avenida Camilo Di Lellis, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, será liberado neste sábado (30), a partir das 8 horas. A obra faz parte dos trabalhos de duplicação da rodovia PR-415, a João Leopoldo Jacomel, que liga Curitiba, Pinhais e Piraquara.
Pinhais, 27/08/2016.Foto: Jorge Woll/DER
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa