Governador Beto Richa durante visita ao prefeito de Londrina, Alexandre Kireffe.Londrina, 26/11/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr

Richa diz que ajuste fiscal elevou em 20% os repasses aos municípios

O governador Beto Richa afirmou nesta quinta-feira (26), em Londrina, no Norte do Paraná, que o ajuste fiscal implantado por sua gestão, além de recuperar a capacidade de investimento do Estado, ajudou as prefeituras paranaenses com incremento de receitas de 20%. “O aumento na arrecadação de impostos tem salvado as prefeituras, que estão sobrecarregadas com a redução brutal dos repasses federais por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Com o ajuste fiscal, podemos cumprir nossa obrigação de apoiar os municípios paranaenses”, disse o governador.
Richa esteve em Londrina para uma reunião com o prefeito Alexandre Kireeff e tratou do andamento das obras executadas pelo Governo do Estado na cidade. “Estou aqui para renovar e reforçar a disposição do governo em estreitar a boa parceria em favor da cidade de Londrina”, disse ele.
O prefeito Alexandre Kireeff disse que a reunião foi importante para tratar de vários assuntos, como a duplicação da rodovia PR-445 e o convênio de cooperação da prefeitura com a Sanepar. “Temos uma boa relação com o governo estadual e essa reunião de trabalho serviu para falarmos de investimentos e programas importantes para nossa cidade e região”, afirmou o prefeito.
INVESTIMENTO - O governador ressaltou que o orçamento estadual para 2016 prevê investimentos de R$ 6,8 bilhões – montante que equivale à soma dos quatro anos anteriores. “Apesar da crise, no momento em que muitos estados estão com dificuldades para pagar seus compromissos, o Paraná está com sua situação fiscal equilibrada prevendo recorde de investimentos”, defendeu.
Os municípios recebem 25% do que é arrecadado com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e 50% do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotivos (IPVA). Com o alinhamento das alíquotas, houve aumento na arrecadação e nos repasses às prefeituras, que estão equilibrando as contas e mantendo a capacidade de investimento com obras para a população. O governador afirmou que o Estado deu sua contrapartida ao ajuste fiscal, cortando gastos de custeio em 11% e reduzindo secretarias e eliminando mil cargos comissionados.
BOA PARCERIA – Richa destacou a boa relação que tem com a prefeitura de Londrina e citou as principais obras em execução na cidade, como a duplicação do trecho urbano da PR-445, investimentos da Copel e da Sanepar, para duplicação da capacidade de abastecimento de água.
O Estado também disponibilizou recursos para revitalização da Avenida Castelo Branco, recuperação do Cine Ouro Verde e pavimentação asfáltica. “São diversas obras, que melhoram a qualidade de vida dos londrinenses”, afirmou Richa. O governador conversou com o prefeito sobre a possibilidade de levar a duplicação da PR-445 até o trevo de Mauá da Serra.
ECONOMIA – Beto Richa citou indicadores que mostram o avanço da economia paranaense. Um deles, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o Paraná avançou de quinta para a quarta economia do País. “Nunca o Paraná tinha ocupado essa posição. Isso é uma demonstração que estamos no caminho certo”, disse. O Estado também foi eleito pela revista britânica The Economist como o segundo Estado mais competitivo do País, atrás apenas de São Paulo.
Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr
Governador Beto Richa durante visita ao prefeito de Londrina, Alexandre Kireffe.Londrina, 26/11/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro