Alunos das escolas estaduais do Paraná se destacaram nos Jogos Escolares da Juventude, maior competição escolar do Brasil, realizado em João Pessoa, na Paraíba. Ciclismo Prova de Pista.Foto:Leila Nunes(crédito obrigatório)
Foto: Leila Nunes Acesse a galeria de fotos

Alunos de colégios estaduais são destaques em competições esportivas

Alunos das escolas estaduais do Paraná foram destaques nos Jogos Escolares da Juventude, maior competição escolar do Brasil, que reuniu mais de 4 mil jovens atletas, de 15 a 17 anos, em João Pessoa, na Paraíba, na semana passada. Os paranaenses trouxeram medalhas em vôlei de praia, ciclismo, atletismo e tênis.
A competição é organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil e já se consolidou como reveladora de talentos para o esporte nacional, reunindo estudantes de todos os estados brasileiros na disputa de 14 modalidades - atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez.
OURO E PRATA - Adrielson Manoel dos Santos Silva e Patrick Colombo Damaceno, do Colégio Estadual Doutor Marins de Camargo, em Paranavaí, participaram pela primeira vez do campeonato e conquistaram medalha de ouro no vôlei de praia. Para Patrick, que treina há cinco anos e já coleciona mais de 50 medalhas em competições estaduais e nacionais, o esporte ensina. “Aprendemos a respeitar a diversidade e a trabalhar em equipe”.
Talita da Luz Oliveira, do Colégio Estadual Regente Feijó, em Ponta Grossa, ganhou prata no ciclismo na prova por pontos e duas medalhas de bronze, uma na prova contra o relógio e outra na prova de estrada.
MAIS RESPONSÁVEL - Outro destaque foi Anderson Cordeiro, do Colégio Estadual Professora Adélia Dionísia Barbosa, em Londrina, que conquistou 1º lugar nos 400 metros rasos. Ele já participou de competições no Peru, na China, Austrália e Colômbia, para onde retornará no dia 27 de novembro para participar dos Jogos Sul-Americanos. Com mais de 70 medalhas, Anderson pretende chegar às Olimpíadas.
Para a mãe, Madalena Cordeiro Siqueira, o esporte deixa o jovem mais responsável, ajuda no desenvolvimento psicomotor e evita que tomem rumos errados. Ela contou que os outros três filhos também correm e já ganharam medalhas estaduais.
Moacir Olímpio de Andrade, pai da atleta Isabela Paschoal Andrade, também aponta o esporte como formador de disciplina. “A prática de esporte é excelente para o jovem. Além de promover a socialização, melhora as relações interpessoais”.
Isabela é aluna do Colégio Estadual Marcelino Champagnat, de Londrina, e conseguiu bronze nos 100 metros com barreira. Outra aluna de Londrina que se destacou foi Bruna Eduarda de Jesus Santana, do Colégio Estadual Professor Doutor Heber Soares Vargas, que recebeu prata no tênis de mesa, juntamente com Nestor Luiz Filho Chaves, do Colégio Estadual Eleodoro Ébano Pereira, em Cascavel.
ATLETISMO - Em Paranavaí, a vocação maior é para o atletismo. Mais de 40 atletas, alunos e ex-alunos de escolas da rede estadual, já representaram a região em competições nacionais e internacionais, conquistando medalhas e troféus. Além de Adrielson e Patrick, a dupla vencedora do vôlei de praia, outro atleta de destaque é Aldo Roberto Meireles Junior, que cursa o ensino médio no Colégio Estadual Doutor Duilio Trevisane Beltrão.
Aldo ficou em 2º lugar no revezamento e em 3º lugar nos 110 metros com barreira nos Jogos Escolares da Juventude. Ele começou a treinar em 2011 na pista do Colégio Estadual de Paranavaí, sob orientação do professor aposentado da rede estadual Ademir Nicola Francisco, o Mimi.
Mimi, que também trabalhou no Núcleo Regional de Educação por 12 anos, hoje é treinador da Equipe de Atletismo de Paranavaí. São 46 anos dedicados ao esporte. Atualmente, o técnico tem um grupo de 70 pessoas que treinam todos os dias na pista do colégio.
30 MEDALHAS - Ele explica que é o aluno quem escolhe para qual prova tem mais aptidão: corridas, arremessos e lançamentos ou saltos a distância. Escolha difícil para a atleta Tamires Santana, uma das maiores revelações do atletismo brasileiro. A ex-aluna do Colégio Estadual Flauzina Dias Viegas foi descoberta pelo professor Aguinaldo dos Santos em 2010 e hoje acumula mais de 30 medalhas. Já foi campeã paranaense, brasileira e ouro nos Jogos Sul-Americanos, em que competem atletas de todos os países do continente Sul-americano.
Em 2012, garantiu medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Atletismo de Menores, maior competição sub-18 anos da América do Sul, em que participam apenas os dez melhores atletas do Brasil em cada prova. Ela atingiu o índice exigido de 46 metros para o Campeonato Mundial de Atletismo na Ucrânia, quebrando o recorde brasileiro, o que a consagrou como a melhor atleta de lançamento de dardo de todos os tempos até 17 anos.
OCTATLO - Outro ex-aluno do Colégio Estadual Flauzina Dias Viegas que vem se destacando é Felipe dos Santos Rodrigues. Ele alcançou o 1º lugar no octatlo nos Jogos Escolares da Juventude. Segundo ele, o esporte contribui para aumentar a autoestima, para a melhora da saúde e a ser mais disciplinado. Opinião compartilhada pela ex-aluna do colégio Ana Caroline dos Santos.
Ana começou a treinar há dois anos e em setembro obteve o 3º lugar nacional em arremesso de martelo no Campeonato Brasileiro de Atletismo de Menores e no Campeonato Brasileiro Interclubes de Menores, mesma colocação do ano anterior.
Para Mimi, o esporte é importante para o desenvolvimento integral da educação e um forte aliado à disciplina e ao trabalho em equipe por um objetivo comum. “Ele ajuda a superar barreiras, favorece o intercâmbio e a socialização dos estudantes e contribui para a formação do caráter. A vida esportiva é curta, mas o que se aprende vale para o resto da vida”, ressaltou.
Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr  
Alunos das escolas estaduais do Paraná se destacaram nos Jogos Escolares da Juventude, maior competição escolar do Brasil, realizado em João Pessoa, na Paraíba. Ciclismo Prova de Pista.Foto:Leila Nunes(crédito obrigatório)
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa