Compagas deverá faturar R$ 2,4 bilhões em 2014

Nos últimos anos, a Companhia Paranaense de Gás (Compagas) vem ampliando o seu faturamento gradativamente e, ao final de 2014, quando comemora 20 anos de existência, espera uma receita bruta de R$ 2,4 bilhões, o que representa um grande salto na comparação com 2010, quando detinha um faturamento de cerca de R$ 260 milhões.
Este novo cenário coloca a Compagas entre as maiores no ranking das empresas paranaenses, na classificação tradicional do mercado de capitais. “O crescimento da Compagas foi impulsionado pelos investimentos realizados para a expansão, no atendimento a novos municípios e novas indústrias, e também pelos recentes contratos firmados para uso do gás natural na geração elétrica e pela Ultrafértil”, destaca o diretor-presidente da Compagas, Luciano Pizzatto.
Em janeiro, após seis anos sem operar diretamente pela Copel, a Usina Elétrica a Gás de Araucária (UEGA) passou a ter suas operações novamente realizadas pela sua controladora com o suprimento de gás natural garantido pela Compagas. No período, a UEGA e a Compagas assinaram um contrato de R$ 1,5 bilhão para suprimento de gás natural por um ano, permitindo o Estado do Paraná contribuir com a geração de 460 MW para o Sistema Interligado Nacional (SIN) - em um momento em que a geração elétrica é prioritária.
Com a operação da UEGA, o volume de gás natural comercializado no Paraná aumentou. Em maio, a Compagas registrou a maior média diária distribuída de toda a sua história: 3.144.323 m³. A térmica e as indústrias consumiram cerca de 96% do total distribuído, seguidos pelos segmentos veicular, comercial e residencial. “Temos intensificado os investimentos para atender um número maior cada vez maior de consumidores, levando o gás natural a mais regiões do Estado, o que possibilita o crescimento da Compagas e a diversificação da matriz energética do Paraná, além de ser uma forma indutora de desenvolvimento integrado”, diz Pizzatto.
O diretor também destaca que para um crescimento ainda maior é evidente a necessidade da contínua e prioritária busca de suprimentos, como por exemplo pela implementação de um terminal de GNL (Gás Natural Liquefeito) no Porto de Paranaguá, e de novas alternativas energéticas, como o biogás, e o desenvolvimento dos campos de gás natural convencional no Estado. Até o final do ano, a Compagas deverá investir um total de R$ 84,2 milhões em projetos, materiais e obras já aprovadas para execução. O valor inclui obras de construção da rede de distribuição em municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Quatro Barras, Colombo, Campina Grande do Sul e Pinhais), na Região dos Campos Gerais (Ponta Grossa, Carambeí e Castro) e para ampliação do atendimento aos mercados residencial, comercial, industrial e veicular, nos municípios que já contam com o fornecimento do combustível. Estão contemplados também, estudos e projetos para atendimento aos municípios de São Mateus do Sul e Lapa, para a Região Norte do Paraná, e para o desenvolvimento de novas alternativas de suprimento, entre elas o biogás.
20 ANOS DE COMPAGAS - A concessionária responsável pela distribuição de gás natural no Estado do Paraná completa 20 anos em 2014. Empresa de economia mista, tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia (Copel), com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5% e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, com 24,5%.
Fundada em julho de 1994, iniciou suas atividades em outubro de 1998, com a distribuição do gás de refinaria a indústrias de Curitiba, Araucária e Campo Largo. Em março de 2000, a empresa passou a ser a primeira distribuidora do Sul do país a fornecer o gás natural aos seus clientes, com a inauguração do ramal sul do gasoduto Bolívia – Brasil (Gasbol).
Atualmente, a Compagas conta com 23 mil clientes, 664 km de rede de distribuição e atendimento a 14 municípios do Estado: Araucária, Curitiba, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Colombo, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, São Mateus do Sul, Pinhais, Paranaguá e Londrina.
Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro