Paulo Roberto Hatschback, diretor do Hemepar, junto ao ônibus que faz coletas.Curitiba, 06-05-14.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

Ônibus de coleta de sangue do Hemepar recebe doações de funcionários do governo

Um ônibus do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) ficou estacionado no Palácio Iguaçu nesta terça-feira (6) para atender com doação de sangue os funcionários do governo estadual e a comunidade em geral. Foram 63 candidatos, sendo que 47 puderam fazer a doação de sangue. O número é mais que a metade das doações realizadas por dia na unidade fixa do Hemepar em Curitiba. Foram feitos, também, 16 cadastros de medula óssea.
“A unidade móvel de coleta do Hemepar é importante para o incentivo da doação, que deve ser cada vez mais forte para que vidas sejam salvas com mais frequência”, disse o governador Beto Richa.
A hemorrede Hemepar responde pelo fornecimento de sangue para 384 hospitais públicos e privados. Transplantes, cirurgias e, principalmente, acidentes de trânsito são alguns dos casos em que o paciente necessita de sangue.
O diretor do Hemepar, Paulo Roberto Hatschbach, afirmou que uma doação de sangue salva até quatro vidas. “A única maneira de salvar a vida de uma pessoa que precisa de sangue é através da doação. Se uma pessoa fizer doação duas vezes por ano, já é o suficiente para atender a necessidade de estoque na nossa rede”, ressaltou.
COLETA EXTERNA - O ônibus faz parte dos serviços de coleta externa do Hemepar e tem capacidade para atender cerca de 100 pessoas durante o dia com doação de sangue. “A doação não deve ser feita apenas para um parente. Se a pessoa tem condições, deve ser um doador, pois alguém pode precisar”, afirmou o funcionário público Paulo Roberto dos Santos, que participou da ação social.
Ao todo, sete ônibus vão até os doadores em todas as regiões do Estado. A policial militar Joice de Cássia Leonardi conta que já precisou de uma doação quando fez uma cirurgia e ressalta que é preciso fazer isso por caridade. “É difícil sair atrás de pessoas para ajudar quem precisa. Sempre que posso, vou até um posto de coleta para doar, mas o ônibus no trabalho ajuda quem não tem condições de se deslocar e incentiva a prática”, disse.
NA EMPRESA - A advogada Silvia Fátima Soares também aprovou o serviço de coleta no ônibus. Ela conta que doou sangue duas vezes na vida e ambas foram no veículo que foi até a empresa.
“É uma medida importante do Governo do Estado porque se deslocar até um posto de coleta às vezes é complicado. Não gosto de agulha e também não gosto de doar sangue, mas não dói e no final é gratificante”, conta.
O veículo pode ir até a empresa ou instituição, através de solicitação pelo telefone 41 3281 4032. O calendário de coletas externas está disponível no site da Secretaria estadual da Saúde, no banner Hemepar.
HEMEPAR - Criado em 30 de março de 1982, atualmente é formado pelo hemocentro coordenador, de Curitiba, quatro hemocentros regionais, sete hemonúcleos e 10 unidades de coleta e transfusão, estrategicamente localizadas no interior do estado.
Todas as unidades da hemorrede recebem mensalmente 12 mil pessoas aptas a doar sangue. Além disso, são realizados 96 mil exames sorológicos, 25 mil processamentos de hemocomponentes e 20 mil transfusões de sangue.
A rede atende ainda 1.293 pacientes portadores de coagulopatias e hemoglobinopatias, conhecidas como doenças do sangue, e que precisam de hemoderivados para sobreviver. O período de doação é de 40 minutos.
INVESTIMENTOS – Desde 2011, R$120 milhões foram investidos na Rede Hemepar em todo Estado. Somente em 2013, o Governo do Paraná investiu mais de R$ 40 milhões para compra de equipamentos, reforma e construção de novas unidades e capacitação de profissionais. Em treinamentos e capacitações foram investidos mais R$ 800 mil e para 2014, estão previstos R$ 62 milhões.
Para a compra de equipamentos de informática foram destinados R$ 1,7 milhão em 2013. Foram adquiridos 260 computadores que renovaram os equipamentos das unidades em todo o Estado, investindo assim na qualificação do processo de trabalho e melhorias na estrutura da rede.

Em 2012, foram adquiridos centrífugas, geladeiras para armazenar o sangue, agitadores de plaquetas e poltronas para coleta de sangue, com investimentos de R$9,6 milhões.
DOAÇÃO - A Rede Hemepar conta com 22 unidades de coleta de sangue no Paraná, que funcionam de segunda a sábado em horário comercial.
Ao realizar três doações em um período de 12 meses, o cidadão tem direito a emissão do certificado de Doador Fidelizado de Sangue. Este certificado dá direito a uma série de benefícios, como meia-entrada em shows, espetáculos de teatro, cinema e outros eventos.
Para ser doador é preciso:
Estar em boas condições de saúde
Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade com autorização e presença do responsável legal)
Pesar no mínimo 50 Kg
Estar descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação)
Apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira do conselho profissional, carteira de trabalho, passaporte ou carteira nacional de habilitação).
Impedimentos temporários à doação:
Gripe ou resfriado: aguardar 7 dias após a cura
Diarreia: aguardar 7 dias após a cura
Durante a gravidez: 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana
Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)
Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação
Tatuagem nos últimos 12 meses
Piercing nos últimos 12 meses (piercing genital e oral 12 meses após a retirada)
Tratamento dentário: período varia de 1 a 7 dias
Situações nas quais houve maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses)
Outras situações a serem avaliadas
Não podem doar sangue os portadores de:
Hepatite viral após os 10 anos de idade
Diabetes insulinodependente
Epilepsia ou convulsão
Hanseníase
Doença renal crônica
Antecedentes de Neoplasias (Câncer)
Antecedentes de acidente vascular cerebral (Derrame)
Evidência Clínica ou Laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (Vírus HIV)
Doenças associadas ao HTLV I/II e Doença de Chagas
Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr
Paulo Roberto Hatschback, diretor do Hemepar, junto ao ônibus que faz coletas.Curitiba, 06-05-14.Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro