Saneamento

Aterro Sanitário de Cianorte aguarda certificação ISO

Publicado em 07/06/2013 15:40
A Sanepar, empresa do Governo do Estado, está se preparando para receber, nas próximas semanas, a certificação ISO 14001 para o Aterro Sanitário de Cianorte, Noroeste do Estado. A certificação representará a confirmação que o serviço executado pela empresa, desde 2002, pode ser recomendado para outros aterros. “O que era um lixão, que oferecia riscos à saúde dos moradores, é hoje um aterro sanitário operado dentro dos mais rigorosos controles ambientais”, afirma o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone.

Todos os processos em Cianorte, onde são recebidas em média 60 toneladas de resíduos sólidos por dia, são executados dentro de rigorosas normais técnicas e ambientais. Os principais processos são recebimento dos resíduos sólidos, processo de tratamento e compactação de resíduos e a correta destinação dos gases e do chorume.

SEM INCINERAÇÃO – A Sanepar dá o destino adequado aos subprodutos da gestão dos resíduos sólidos sem usar qualquer modalidade de incineração. A única queima é dos gases, que não podem ser lançados in natura no meio ambiente. O aterro também recebe os resíduos sólidos gerados nas cidades de São Tomé e Terra Boa.

Além de Cianorte, a qualidade e a capacidade técnica da Sanepar na gestão dos resíduos sólidos são replicadas nos aterros de Apucarana e Cornélio Procópio. Em Apucarana, a Sanepar gerencia o aterro nas etapas de recebimento, tratamento e disposição final de resíduos sólidos. São dispostos diariamente cerca de 75 toneladas de resíduos orgânicos e rejeitos no aterro sanitário.

Em Cornélio Procópio, a Sanepar faz a gestão da coleta, transporte, transbordo, recebimento, tratamento e disposição final ambientalmente adequada de resíduos sólidos. O aterro recebe diariamente em torno de 35 toneladas de resíduos orgânicos e rejeitos.

“A atuação da Sanepar na gestão de resíduos sólidos está em perfeita sintonia com a nova Política Nacional de Resíduos Sólidos, principalmente nos aspectos da coleta seletiva nos municípios e no fortalecimento das cooperativas de catadores na cadeia de reciclagem, um dos objetivos da nova lei”, enfatiza o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Péricles Weber.

COMPETÊNCIA - A Sanepar é uma das poucas empresas estaduais de saneamento com capacidade técnica para oferecer serviços em três das quatro áreas do saneamento regulamentadas pela Lei do Saneamento Básico. A Lei n.º 11.445/2007 estabelece como saneamento o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações operacionais dos processos de: abastecimento de água potável; esgotamento sanitário; manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais urbanas.

Atualmente, a Sanepar opera os sistemas de água e de esgoto em 345 dos 399 municípios do Paraná e mais o de Porto União, em Santa Catarina.

Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: www.facebook.com/governopr  e www.pr.gov.br 

Áudio

Recomendar esta notícia via e-mail:
leia mais
Previsão do Tempo
www.simepar.br