Representantes de cerca de 150 cooperativas familiares participaram nesta terça-feira (11) do Seminário Estadual do Ano Internacional das Cooperativas promovido pelo Instituto Emater e União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). As cooperativas assinaram acordos e parcerias com secretarias estaduais e com o BNDES para desenvolver agroindústrias. Na foto,  Luiz Possamai (E), presidente da Unicafes e Natalino Avance de Souza(D), diretor-presidente, em exercício, do Instituto Emater.
Foto: Emater

Cooperativas familiares assinam acordos para apoiar empreendedores rurais

Representantes de cerca de 150 cooperativas familiares participaram nesta terça-feira (11) do Seminário Estadual do Ano Internacional das Cooperativas promovido pelo Instituto Emater e União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). As cooperativas assinaram acordos e parcerias com secretarias estaduais e com o BNDES para desenvolver agroindústrias.
A direção da Unicafes assinou parceria com o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) para ter acesso aos recursos de um fundo não reembolsável para apoiar a formação de agroindústrias. De acordo com Luiz Possamai, presidente nacional da Unicafes, numa primeira etapa, o fundo pode liberar R$ 30 milhões para todo o país. Cerca de R$ 10 milhões devem ser destinados ao Paraná, estado com maior número de cooperativas filiadas à Unicafes. “Esse valor pode aumentar, dependendo da capacidade das cooperativas executarem mais projetos de agroindustrialização”, disse Possamai.
Outra parceria importante foi assinada com a Secretaria Estadual da Agricultura e Instituto Emater, fortalecendo a assistência técnica oferecida aos cooperados da Unicafe. Além disso, também foi acertado termo que estabelece que as cooperativas possam acessar o Fundo de Aval para que tenham garantia na busca de financiamentos.
A Unicafes também firmou um acordo com a Arcafar Sul (Associação Regional das Casas Familiares - Sul) e Instituto Emater para formar agentes de desenvolvimento comunitário. As cooperativas também assinaram termo de intenções com a Secretaria de Estado da Educação, cuja finalidade é ampliar a organização da agricultura familiar no programa Nacional de Alimentação Escolar.
A Unicafes e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Universidade Sem Fronteiras estabeleceram parceria para desenvolver ações que viabilizem o acesso dos cooperados a políticas públicas, fortalecendo as redes de cooperação, além de construir estratégias para o programa Bom Negócio. Com a Conab ficou acertada maior participação das cooperativas nas chamadas do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).
Para Luiz Possamai, as parcerias e convênios fortalecem o cooperativismo familiar e a economia solidária e ajudam a profissionalizar a gestão das cooperativas. “É preciso ter mais controle de estoque, do trabalho e do cooperado”, afirma.
Segundo ele, somente as cooperativas de crédito liberam R$ 1 bilhão entre recursos de custeio e investimento. Ele acrescenta que em alguns municípios as cooperativas movimentam mais dinheiro que as prefeituras. “Nas regiões onde não há a cultura do trabalho cooperativista, os agricultores familiares dificilmente têm acesso às políticas públicas”, observa. Possamai informou que atualmente a Unicafes reúne 160 cooperativas e outras 90 estão solicitando a filiação à organização.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
Representantes de cerca de 150 cooperativas familiares participaram nesta terça-feira (11) do Seminário Estadual do Ano Internacional das Cooperativas promovido pelo Instituto Emater e União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). As cooperativas assinaram acordos e parcerias com secretarias estaduais e com o BNDES para desenvolver agroindústrias. Na foto,  Luiz Possamai (E), presidente da Unicafes e Natalino Avance de Souza(D), diretor-presidente, em exercício, do Instituto Emater.
Foto: Emater
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa