A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social anunciou um investimento de R$ 2,8 milhões para a construção de 11 novos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) no Estado. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS), e foram aprovados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS).
Foto: Rogério Machado / SEDS

Governo construirá CRAS em mais 11 municípios

A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social anunciou um investimento de R$ 2,8 milhões para a construção de 11 novos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) no Estado. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS), e foram aprovados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS).
A ampliação da rede de CRAS faz parte da nova política estadual de assistência social. Nesta primeira etapa, serão atendidos os municípios de Bom Sucesso, Borrazópolis, Campo do Tenente, Castro, Congoinhas, Rio Azul, Engenheiro Beltrão, Querência do Norte, São Jerônimo de Serra, Teixeira Soares e Vera Cruz do Oeste, considerados prioritários pelo Conselho Estadual.
“Com essas unidades, estamos consolidando o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no Estado, além de garantir acesso e qualidade nos serviços de assistência social”, afirmou a secretária da Família, Fernanda Richa.
A escolha das localidades foi feita a partir de critérios como a localização das famílias e necessidades técnicas dos municípios, explica Ana Macedo, integrante do Conselho e assessora técnica da secretaria.
Cada nova unidade terá capacidade para atender até 2.500 famílias em situação de extrema pobreza e/ou situação de vulnerabilidade social. Nos Centros, as famílias terão acesso a serviços e programas de transferência e geração de renda, além de Benefícios de Prestação Continuada (BPC).
Cada unidade receberá investimentos de aproximadamente R$ 260 mil, sendo que os municípios participam com 20% de contrapartida financeira.
A construção desses equipamentos faz parte da estratégia de implantação do programa Família Paranaense. Um dos eixos de execução do programa prevê que cada município possua, no mínimo, uma unidade de CRAS, para realizar o trabalho de busca ativa, acompanhamento e monitoramento das famílias.
INVESTIMENTOS – Os CRAS são equipamentos públicos responsáveis pelo atendimento a famílias em situação de vulnerabilidade e risco social. De base municipal, as unidades são voltadas para a prestação de serviços e programas da proteção social básica. Atualmente existem 527 CRAS em funcionamento no Paraná, conforme o último censo divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social.


Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br
A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social anunciou um investimento de R$ 2,8 milhões para a construção de 11 novos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) no Estado. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS), e foram aprovados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS).
Foto: Rogério Machado / SEDS
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro
Paraná informa