Os policiais militares do Grupamento Aéreo (GRAER) do Paraná que estiveram em Santa Catarina para ajudar no socorro às vítimas da chuva retornaram ao quartel do Comando Geral, em Curitiba. As chuvas dos últimos dias deixaram mais de 60 municípios catarinenses em estado de calamidade pública ou emergência. A ajuda do PMs do Paraná foi oferecida pelo governador Beto Richa ao governador catarinense Raimundo Colombo.

PMs voltam de Santa Catarina após apoiar vítimas da chuva

Os policiais militares do Grupamento Aéreo (GRAER) do Paraná que estiveram em Santa Catarina para ajudar no socorro às vítimas da chuva retornaram ao quartel do Comando Geral, em Curitiba. As chuvas dos últimos dias deixaram mais de 60 municípios catarinenses em estado de calamidade pública ou emergência. A ajuda do PMs do Paraná foi oferecida pelo governador Beto Richa ao governador catarinense Raimundo Colombo.
Em 2008, em situação semelhante, policiais militares do Paraná também participaram dos trabalhos de resgate de vítimas. Este ano, foram enviados quatro policiais e bombeiros militares, piloto e co-piloto e dois PMs especializados em atender ocorrências com chuva. A equipe do Paraná atuou em várias frentes.
A aeronave enviada a Santa Catarina foi a Falcão 3, que tem capacidade para transportar sete pessoas e também suporta mais de mil quilos de carga. Para o capitão William Fávero, comandante da aeronave, o suporte oferecido pelo governo paranaense aos catarinenses reforça o compromisso da PM. “Voamos 17 horas e transportamos 2,5 mil quilos de alimentos e roupa, além de dez pessoas em condições precárias de saúde”, relatou.
O helicóptero esteve em várias missões em Santa Catarina, como resgate aéreo médico, patrulhamento em áreas sensíveis, transporte de alimentos, medicamentos, materiais de limpeza, tropas, médicos e pessoas ilhadas. Entre outras missões, o helicóptero transportou uma mulher de 87 anos para que fizesse hemodiálise e bolsas de plaquetas para atender pessoas com ferimentos hemorrágicos. “Uma das pessoas que recebeu as plaquetas não sobreviveria se não houvesse o transporte aéreo”, conta o capitão Fávero.
A situação começa a ser normalizada em Santa Catarina. Os níveis de água dos rios começam a baixar e os moradores a retornar para as casas. A enchente fez com que mais de 60 mil catarinenses deixassem suas casas e afetou o abastecimento de água de mais de 200 mil pessoas.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Os policiais militares do Grupamento Aéreo (GRAER) do Paraná que estiveram em Santa Catarina para ajudar no socorro às vítimas da chuva retornaram ao quartel do Comando Geral, em Curitiba. As chuvas dos últimos dias deixaram mais de 60 municípios catarinenses em estado de calamidade pública ou emergência. A ajuda do PMs do Paraná foi oferecida pelo governador Beto Richa ao governador catarinense Raimundo Colombo.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa