Agricultura

Secretaria de Agricultura apreende carga de palmito na BR-476

Publicado em 01/03/2011 15:50
O Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária (Defis) da Secretaria da Agricultura do Paraná atuou nesta terça-feira (01) mais um caminhão com carregamento de mudas ilegais. Desta vez, foram aprendidos dez mudas de Palmito Imperial, já em estado adulto. A operação, realizada pelo engenheiro agrônomo Jorge Ribas, aconteceu na BR-476, que liga Curitiba a Bocaiúva do Sul.

O engenheiro estava a caminho de Cerro Azul quando avistou o caminhão suspeito. Sozinho atuou o motorista e solicitou a documentação necessária para o transporte. “Como não apresentava a nota fiscal das mudas e nem certificação de permissão de trânsito oficial para trafegar no Paraná, pedi que me acompanhasse até a sede da Secretaria em Curitiba, onde as mudas foram destruídas”, conta Ribas.

O caminhão, com placa de Herculândia (SP), seguia para Bocaiuva do Sul. Segundo Ribas, o motorista foi orientado a não repetir o ato, pois este tipo de comércio vai contra o que diz a Legislação Estadual no que tange os aspectos fito sanitários dos vegetais produzidos e comercializados no Paraná.

ÁRVORES FRUTÍFERAS - Esta não foi a única apreensão de mudas feitas pelo Defis nos últimos dias. Na quarta-feira (23/02) também foram apreendidos dois caminhões com carregamento de árvores frutíferas na região de Pinhais. A apreensão foi feita pelos engenheiros agrônomos Jorge Ribas e Sandra Aqueni Fugimura, que contaram com o apoio da Polícia Militar.

“Essas apreensões estão cada vez mais frequentes devido ao trabalho constante praticado pelos técnicos lotados do departamento de fiscalização da Seab de Curitiba e que se estende para as regionais do Paraná”, afirma Ribas.

O comércio ambulante de mudas é proibido pelo Ministério de Agricultura e pela Secretaria e a ação contra essa atividade visa manter a sanidade dos cultivos vegetais e evitar a infestação de pragas e doenças que causam prejuízos aos produtores e ao Estado.

ALERTA - Para trabalhar como vendedor de mudas, o Ministério exige inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), local de comercialização e que tenha condições necessárias para armazenar as mudas e apresentar a documentação de origem e garantia. Não cumprindo estas exigências, o vendedor não pode comercializar qualquer tipo de muda.

A Secretaria da Agricultura alerta a população para que não compre mudas vendidas por ambulantes, em caminhões ou expostas nas ruas, pois são de origem desconhecida e não sofrem qualquer tipo de fiscalização.

Áudio

Recomendar esta notícia via e-mail:
leia mais
Previsão do Tempo
www.simepar.br