Laboratórios do do Tecpar oferecem ao mercado calibrações em diversas grandezas.Foto: Arnaldo Alves/AEN

Tecpar chega aos 80 anos como polo de tecnologia no Paraná

O Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) completa 80 anos neste sábado (6). Criado em 1940 como um laboratório com ênfase na saúde humana e animal, o instituto é hoje uma empresa pública do Governo do Estado reconhecida também como um dos indutores de inovação e de novas tecnologias, com foco em contribuir com a economia e o desenvolvimento regional.

O diretor-presidente Jorge Callado ressalta que, mesmo com os desafios atuais, o objetivo do Tecpar com foco em seu centenário é fortalecer as áreas nas quais o instituto já é referência e consolidar novos projetos em desenvolvimento. “O Tecpar é um polo agregador de institutos de ciência e tecnologia, universidades e setor produtivo. Queremos fortalecer o vínculo dessas instituições no Paraná para atender cada vez mais as demandas da sociedade, por meio do apoio tecnológico e da inovação. Dessa forma, apoiamos a promoção do desenvolvimento do Estado, com foco em geração de emprego e renda para os paranaenses”, afirmou.

A abertura do instituto, em 1940, foi planejada pelo Governo do Estado do Paraná, que à época era liderado pelo interventor Manoel Ribas, com a finalidade de apoiar o desenvolvimento tecnológico do Estado e para atender a demandas de saúde humana e animal.

Fundado como Laboratório de Análises e Pesquisas, a instituição teve à frente o jovem cientista Marcos Augusto Enrietti, que idealizou o instituto.

Um ano depois de sua criação, o laboratório foi transformado no Instituto de Biologia Agrícola e Animal, expandindo sua atuação e contribuindo ainda mais para o desenvolvimento econômico do Paraná. Em dezembro de 1942, o interventor Manoel Ribas assinou um decreto que alterava sua denominação para Instituto de Biologia e Pesquisas Tecnológicas (IBPT), abrindo novas frentes de atuação à instituição.

Três décadas mais tarde, em 1978, o IBPT passou a ser denominado Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), o que trouxe mudanças na estrutura administrativa da instituição, que ganhou status de empresa pública com personalidade jurídica de direito privado.

Jorge Callado destaca que ao longo de seus 80 anos o instituto contribuiu em áreas que vão da saúde pública ao empreendedorismo inovador. “Chegamos aos 80 anos sendo uma estatal com portfólio diversificado de produtos e focados em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Atuamos como indutor de inovação e novas tecnologias, com foco no cidadão, para contribuir para o desenvolvimento do nosso Estado e do Brasil”, ressalta.

SAÚDE PÚBLICA – O Tecpar é uma instituição de ciência e tecnologia referência na área da saúde e atua desde a sua fundação na produção de medicamentos biológicos e vacinas. A produção do Tecpar, desde sua inauguração, atende a demandas governamentais nas esferas municipal, estadual e federal.

Na área da saúde atua, como laboratório público oficial, no fornecimento de insumos, medicamentos e vacinas ao Ministério da Saúde, como a vacina antirrábica veterinária, que é produzida pelo instituto há 40 anos. Diversifica a sua plataforma tecnológica na área da saúde, com a participação de editais do Ministério da Saúde para concorrer como fornecedor de medicamentos e produtos da saúde dentro da política de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) e desta forma apoiar o Sistema Único de Saúde (SUS) com medicamentos estratégicos para a saúde pública brasileira.

O Parque Tecnológico da Saúde atrai companhias com investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e produção de bens e serviços inovadores e incentiva a criação de novas empresas de base tecnológica no Paraná.

No câmpus CIC estão instaladas, por exemplo, o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz), unidade técnico-científica regional da Fundação Oswaldo Cruz no Paraná, e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), ambas instituições referência na área da saúde.

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO – Na área de desenvolvimento tecnológico e inovação, a atuação do Tecpar está focada na prestação de soluções tecnológicas em saúde e meio ambiente, medição, validação e tecnologia dos materiais, além de consultorias com informação estratégica e análise de dados.

Os laboratórios têm reconhecimento de suas competências com ensaios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

O Centro de Tecnologia em Saúde e Meio Ambiente atende empresas e empresários dos segmentos ambientais e agrícola, alimentos e bebidas, embalagens e área da saúde, realizando ensaios químicos e biológicos, e emitindo relatórios e laudos técnicos.

Para o Governo do Estado, o centro faz o controle da qualidade dos alimentos fornecidos pelo Programa de Alimentação Escolar do Paraná, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar).

Já o Centro de Tecnologia de Materiais desenvolve soluções tecnológicas e faz ensaios tecnológicos nos setores de metal-mecânica e madeira, entre outros. Para o Governo do Estado, o Tecpar já desenvolveu a avaliação da qualidade do mobiliário utilizado para equipar escolas públicas. Em outra frente, destaca-se a realização de ensaios tecnológicos para avaliar a qualidade de materiais utilizados em sinalização viária.

O Centro de Medições e Validação, por sua vez, oferece ao mercado calibrações em diversas grandezas e presta serviços de assessoria e consultoria técnica na implantação da acreditação de laboratórios de calibração.

Já o Centro de Estudos Tecnológicos e Análise de Dados entrega ao mercado Estudos Tecnológicos baseados em informações sobre produtos, serviços, tecnologias ou empresas para apoiar na tomada de decisão.

Edita ainda a revista científica Brazilian Archives of Biology and Technology (BABT), que há 75 anos publica trabalhos científicos nas áreas de agricultura, agronegócio e biotecnologia, saúde humana e animal; biologia e ciências aplicadas; ciência e tecnologia de alimentos; ciências ambientais; engenharias e tecnologia.

CERTIFICAÇÃO – O Tecpar Certificação é a divisão do instituto responsável pela certificação de produtos e sistemas de gestão e atua desde 1997 em todo o Brasil. Atua como organismo independente da relação comercial e atesta que sistemas, produtos, processos e/ou serviços estão em conformidade com requisitos nacionais, estrangeiros ou internacionais.

Na certificação de produtos, por exemplo, a unidade certifica produção de orgânicos e aparelhos eletrodomésticos e telecomunicações. Em sistemas de gestão, a unidade atua com certificação, entre outros, de Sistema de Gestão da Qualidade (NBR ISO 9001), Sistema de Gestão Ambiental (NBR ISO 14001), Sistema de Gestão da Segurança Viária (ISO 39001) e LIFE – o Tecpar Certificação é a única certificadora do país a emitir a Certificação Life, para avaliar impactos das atividades empresariais sobre o meio ambiente.

EMPREENDEDORISMO TECNOLÓGICO – O Tecpar faz gestão de incubadora e parque tecnológicos, além de transformar um de seus câmpus em um laboratório a céu aberto para testar novas tecnologias. Criada há 30 anos para estimular a geração e instalação de empresas de base tecnológica no Paraná, a Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) foi a primeira incubadora do Estado com este perfil. Ao longo de sua história já deu suporte a mais de 100 negócios inovadores.

O Tecpar estruturou o programa de Living Lab que transforma o câmpus CIC em um ecossistema de inovação. O objetivo é usar o espaço para testar ideias de serviços ou produtos tecnológicos e avaliar a sua eficiência. Oito companhias foram selecionadas nesta primeira fase, aberta em 2020, com tecnologias nas áreas de energias renováveis e smart cities.

BOX

Em 2020, Tecpar apoiou Paraná no enfrentamento à Covid-19

Neste ano atípico por conta da pandemia da Covid-19, Jorge Callado destaca que o instituto dedicou os seus esforços para apoiar o Paraná no enfrentamento do coronavírus. “Atuamos em várias frentes para dar suporte ao Governo do Estado prover as melhores soluções para a sociedade paranaense, sem deixar de lado o foco nos negócios da empresa. Com responsabilidade social, nossos técnicos se dedicaram para enfrentarmos a crise”, disse.

Entre essas ações esteve a instalação de uma planta para produzir dois tipos de álcoois, etílico 70% e o etílico 80% glicerinado, ambos recomendados para assepsia de mãos – a primeira remessa foi entregue à Secretária de Estado da Saúde no início de abril, para abastecimento de profissionais da saúde.

Além disso, o Tecpar, em parceria com a Fiocruz e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), implantou em caráter emergencial a Unidade de Apoio para Diagnóstico da Covid-19, em abril, para atender a demanda pelos testes moleculares, com a instalação do laboratório no Parque Tecnológico do Tecpar, no câmpus CIC. Com a estrutura, a unidade se tornou referência no diagnóstico molecular para a Região Sul.

É partícipe do consórcio tecnológico fundador do IBMP, tendo em sua composição ainda a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Estado e a Fiocruz.

APOIO AO SETOR PRODUTIVO Para enfrentar o coronavírus, o Tecpar elaborou relatórios para auxiliar empresários e empreendedores que queiram desenvolver novos produtos para o enfrentamento da Covid-19. Os documentos organizam informações para produzir e registrar respiradores artificiais e ventiladores pulmonares e para o uso de sanitizantes para esterilização do coronavírus.

INOVAÇÃO – Em outra frente, para apoiar empresas e empreendedores que têm projetos com foco no enfrentamento da pandemia da Covid-19, com Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em conjunto com o Tecpar, a Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) abriu edital para selecionar novas propostas.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
 Laboratórios do do Tecpar oferecem ao mercado calibrações em diversas grandezas.Foto: Arnaldo Alves/AEN
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa