Laboratórios de robótica beneficiarão 5 mil estudantes do Sudoeste

Confira o áudio desta notícia


Laboratórios de robótica beneficiarão 5 mil estudantes do Sudoeste. Foto: Fundação Araucária

Um projeto de criação de laboratórios de tecnologia e robótica em Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, deverá beneficiar mais de cinco mil estudantes da região. A cerimônia online de pré-lançamento aconteceu nesta quarta-feira (3).

O projeto terá investimento de R$ 1 milhão, com recursos da Fundação Araucária e de uma emenda parlamentar da deputada federal Leandre Dal Ponte.

Será um laboratório fixo no Parque Tecnológico de Pato Branco e um laboratório itinerante para demonstração da robótica aplicada nas escolas do município e das cidades do Sudoeste.

O laboratório itinerante será desenvolvido em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico do Sudoeste (Idetep), o Núcleo de Tecnologia da Informação do Sudoeste (NTI), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná e demais faculdades da região.

“Serão mais de 25 escolas visitadas pelo laboratório itinerante, mais de cinco mil alunos beneficiados na primeira etapa, e cerca de 10 monitores que vão trabalhar no aprimoramento do raciocínio lógico, analítico e dedutivo de alunos de todos os níveis de ensino”, explicou a deputada Leandre. “Além da integração dos alunos com tecnologias, o trabalho desenvolve a capacidade de trabalho em equipe e promove a criação de políticas públicas na área da educação e tecnologia”, disse ela

O chefe de gabinete da presidência da Fundação Araucária, Vinicius Nagem, enfatizou a importância da parceria. “Esta é uma nova forma de utilizar as emendas parlamentares, destinando recursos para o avanço da ciência, tecnologia e inovação no Paraná. Investir na juventude dando oportunidade para que as crianças e adolescentes, no futuro, sejam inseridas no mercado de trabalho e também contribuam para o desenvolvimento da região”, ressaltou.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, também reforçou a importância da iniciativa. “Vamos poder ampliar o trabalho de robótica, que já desenvolvemos com nossos alunos, e é visível o desenvolvimento destes jovens que têm acesso a esta tecnologia. Com o laboratório itinerante, as crianças e jovens dos municípios vizinhos também terão acesso a este conhecimento”, disse Zucchi.

De acordo com o secretário de Ciência e Tecnologia de Pato Branco, Géri Dutra, o projeto desenvolvido poderá ser referência para outras regiões do País. “Vamos trabalhar raciocínio lógico, negociação, tomada de decisões em equipe. A ideia é que a partir do conhecimento adquirido estas crianças e adolescentes, no futuro, possam ser empreendedores do Parque Tecnológico”, destacou. A assinatura do convênio para repasse dos recursos será realizada nos próximos dias.

OLIMPÍADA DE ROBÓTICA - Consta no projeto a realização de uma Olimpíada de Robótica, com a participação dos alunos. Será um evento prático, onde serão apresentados os principais projetos oriundos do laboratório fixo e do laboratório itinerante, abrangendo protótipos, desenhos, robôs e similares desenvolvidos pelos alunos participantes.  A ideia é que essa disputa possa ocorrer simultaneamente à Inventum, Feira Tecnológica de Pato Branco.

Confira a galeria de fotos desta notícia

Acesse a galeria de fotos

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa