Fomento Paraná recebe número recorde de propostas de financiamento. Foto>AEN

Fomento Paraná recebe número recorde de propostas de financiamento

A Fomento Paraná, instituição financeira do Governo do Estado, recebeu mais de 10.000 propostas de financiamento em pouco mais de uma semana. Movimento começou desde que o governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou o pacote de medidas emergenciais de apoio a empreendedores informais, MEI, micro e pequenas empresas para preservação de empregos e salários na economia paranaense.

O número representa duas vezes o volume total de operações contratadas durante todo o ano de 2019, quando a instituição bateu o recorde em contratações de microcrédito, com 5.361 empreendimentos beneficiados.

De acordo com o diretor-presidente da Fomento Parana, Heraldo Neves, a demanda pelo crédito foi muito maior do que o esperado. Por conta do volume de recursos solicitado, e da situação de emergência, segundo o diretor, a Fomento Paraná está alterando todo o modelo de processamento para concessão do crédito.

“É um momento bastante delicado. Primeiro tivemos que vencer o marco legal, com a aprovação da Lei que nos permite ofertar o crédito nas condições projetadas. E a partir desse marco legal estamos ajustando nossos sistemas às novas condições”, explica.

“É um momento ímpar. Temos um número recorde de pedidos de crédito, que precisam ser processados de uma nova forma, com uma nova plataforma digital, ao mesmo tempo em que estamos com equipes reduzidas, muitos trabalhando remotamente, em home office, assim como muitos de nossos parceiros, nas prefeituras e outras entidades em todo o estado”, completa.

Ainda segundo o diretor, a intenção é que ainda nesta semana as primeiras propostas comecem a ser liberadas e os recursos depositados nas contas dos empreendedores.

“O governador determinou a criação do programa de apoio e as empresas nos pressionam para que o crédito chegue rápido. Estamos trabalhando duro para isso, mas pedimos mais um pouco de paciência, até que nossa engrenagem esteja no ponto para liberar os recursos.”

APOIO - Paralelamente, a instituição está fazendo um trabalho junto aos parceiros em todo o estado para que agentes de crédito e correspondentes estejam em atividade para ajudar a divulgar e auxiliar empreendedores e empresas na intermediação do acesso ao crédito, além ajudar a filtrar a entrada de operações na Fomento Paraná neste momento.

SUSPENSÃO DE PAGAMENTOS — Enquanto não libera o crédito novo, a Fomento Paraná alerta os empreendedores que já possuem contratos com a instituição que é possível solicitar a suspensão dos pagamentos das parcelas do crédito concedido por até 90 dias.

 “Todos os nossos financiamentos têm vencimento no dia 10 de cada mês e o dia 10 de abril está próximo. A sugestão é que quem tem financiamento neste momento solicite a suspensão, para não ficar inadimplente, e use o recurso para cobrir outras despesas, como o pagamento de salários de empregados, por exemplo, que é o foco da nossa ação neste momento.”

POSSIBILIDADES - Entre as possibilidades para empreendedores que têm financiamentos ativos na instituição está a suspensão de pagamentos por 90 dias. A renegociação é facilitada, sem pagamento de tarifas, e permite inclusive estender o prazo. No microcrédito (até R$ 10 mil para pessoa física e até R$ 20 mil para pessoa jurídica), por exemplo, que é contratado em 36 meses, o prazo pode ser estendido para 60 meses, o que reduz o valor das parcelas futuras.

COMO ACESSAR - Todas essas condições estão disponíveis na rede de agentes de crédito da Fomento Paraná nos municípios, e podem ser tratadas diretamente com a instituição, pelo e-mail cobranca@fomento.pr.gov.br, ou por telefone, e até por WhatsApp, informados na página da internet. 



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Fomento Paraná recebe número recorde de propostas de financiamento. Foto>AEN
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro