Ações de extensão universitária reforçam apoio à populaçãoFoto: Fundação Araucária

Ações de extensão universitária reforçam apoio à população

O trabalho desenvolvido nas sete universidades estaduais faz a diferença no enfrentamento ao coronavírus em diversas regiões do Paraná. Equipes de estudantes têm atuado nos serviços de saúde, principalmente em hospitais universitários, nas divisas do Estado e em pontos de grande circulação dos municípios orientando cidadãos em trânsito.

As instituições também atuam na produção de álcool 70%, máscaras e outros equipamentos de proteção, além do disque coronavírus. Grande parte das atividades é coordenada pelas Pró-Reitorias de Extensão e Cultura, que promovem ações envolvendo estudantes com prestação de serviço à população e aos profissionais de saúde.

A pró-reitora de Extensão e Cultura da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Débora de Mello Gonçales Sant'Ana, explica que as equipes estão trabalhando em várias frentes. “Criamos sites para orientação de profissionais de saúde e da população em geral. Temos uma rede de profissionais trabalhando, diariamente, no entendimento das evidências do coronavírus, escrevendo textos a partir das principais dúvidas”, conta Débora.

“Na linha de frente temos equipes no hospital universitário, prestação de serviço na farmácia de manipulação, inclusive com a produção de álcool 70%”, informa.

TRÊS EIXOS - A extensão universitária é um dos três eixos do ensino superior, ao lado do ensino e da pesquisa. Muitos dos programas e projetos de extensão são financiados pelo Governo do Estado, seja em recursos do próprio orçamento ou por meio de Chamadas Públicas da Fundação Araucária e da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Entre as ações extensionistas da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) está o trabalho realizado pelo Laboratório de Análises Clínicas da Farmácia Escola com a realização de exames de detecção do Coronavírus. “Neste primeiro momento, a Unicentro tem capacidade para realizar cem testes diários, contribuindo com o Estado nessa grande missão de detecção de pacientes”, diz a pró-reitora de Extensão e Cultura, Lucélia de Souza.

Além da Unicentro, também realizam testes as universidades de Londrina (UEL), Maringá, Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste e do Oeste do Paraná (Unioeste). Juntas,  terão capacidade de avaliar até 700 amostras para identificação do coronavírus por dia.

Outra ação importante da Unicentro, destaca Lucelia, é o atendimento psicológico online para profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus. “Idosas do programa Universidade Aberta à Terceira Idade estão muito empenhadas na confecção de máscaras e em, Prudentópolis, estudantes também estão se dedicando à confecção de máscaras para internos do Lar dos Idosos São Vicente de Paula”, conta Lucélia de Souza.

AÇÕES VOLUNTARIAS - Na Unioeste, além da fabricação de álcool em gel e máscaras shield, muitas ações estão sendo desenvolvidas voluntariamente. “Temos arrecadado recursos para cestas básicas, compra de equipamentos para hospitais, cursos online gratuitos para a comunidade, aulas de educação física online”, narra a pró-reitora de Extensão, Fabiana Regina Veloso.

“Diante dessa crise, estamos mostrando que a universidade é muito mais que sala de aula. É o vetor de desenvolvimento de muitas frentes importantes para amparar a sociedade. A extensão tem dado visibilidade a muitas contribuições sociais”, afirma.

FOMENTO – No desenvolvimento dos projetos de extensão, além de as atividades contribuírem para a formação, os estudantes recebem bolsas. Por meio da Chamada Pública para o enfrentamento ao coronavírus, lançada pela Fundação Araucária (FA) e Superintendência Geral da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Governo do Estado investiu R$ 8 milhões.

“Este programa de extensão se tornou possível, atendendo a uma orientação do governador Ratinho Junior, em razão de termos uma Rede Estadual de Educação Superior muito forte e muito bem distribuída em todas as regiões do Estado”, diz o superintendente Aldo Nelson Bona.

“Tudo isso contribuiu para que, em tempo recorde, conseguíssemos desenvolver este programa que amplia a capacidade de atuação das 22 regionais de saúde do Estado. Além de pessoas atuando nos laboratórios do Estado nos exames de diagnóstico e no sistema prisional”, detalha Bona.

IMPORTÂNCIA  - A pró-reitora de Extensão, Cultura e Sociedade da UEL, Mara Solange Dellaroza, destacou a importância do apoio do Governo do Estado para o desenvolvimento das atividades em todas as universidades estaduais.

 “Na UEL, com apoio da Fundação Araucária e Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, foi possível contratar bolsistas para criar o disque coronavírus para Londrina e região”, Mara Solange.

Outra ação do Projeto UEL pela Vida contra o Coronavírus são equipes nas divisas rodoviárias do Paraná e na rodoviária de Londrina orientando as pessoas em trânsito. “Também a colocação de profissionais de saúde, bolsistas selecionados pelo edital da Fundação Araucária, em serviços vinculados à 17ª Regional de Saúde.”

O presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig, ressaltou a participação de projetos de todo o Sistema Estadual de Ensino Superior no edital.

O investimento deste edital terá um retorno imediato nas ações de prevenção e combate ao coronavírus. Tivemos um grande número de projetos inscritos e estamos felizes com este importante envolvimento de toda a comunidade acadêmica.”

PAPEL SOCIAL - As equipes da Universidade Estadual Norte do Paraná (UENP) atuam com ênfase no combate à pandemia. “O combate à Covid-19 se faz com ciência, tecnologia e, sobretudo, com ações extensionistas que alcançam aqueles que mais necessitam do nosso amparo neste momento, a comunidade externa”, diz a pró-reitora de Extensão e Cultura Simone Cristina Castanho Sabaini de Melo. “As universidades, mais uma vez, cumprem com tamanho protagonismo o seu papel social. Elas também estão na linha frente”, afirma a pró-reitora.

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar), com sete campus distribuídos em várias regiões do Estado, além da produção de álcool em gel e máscaras, tem buscado realizar ações que possam chegar às pessoas em isolamento social.

“Em grande parte das ações temos apoio da Fundação Araucária. Desde palestras para servidores e estudantes a ações literárias” comenta o pró-reitor de Extensão Eloi Vieira Magalhães.

Em outra ação, a Unespar realiza campanhas de arrecadação de mantimentos e outros itens de necessidade básica. “Um grupo de trabalho foi criado para organizar ações voltadas para micro e pequenas empresas e à população em geral, com orientações econômicas e contábeis diante o contexto da pandemia”, contaMagalhães.

HOSPITAIS - O apoio aos hospitais tem sido um destaque em todas as regiões alcançadas pelas universidades estaduais. O programa de extensão UEPG Abraça é um dos exemplos.

“O programa é para atendimento de servidores e funcionários do Hospital Universitário da UEPG, do Hospital Santa Casa de Ponta Grossa e da Prefeitura de Ponta Grossa por psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros, por meio de telefone”, conta a pró-reitora de Extensão e Assuntos Culturais da instituição, Cloris Regina Blanski.

Ela destaca, também, a produção de equipamentos de proteção individual e álcool em gel para profissionais de saúde, agentes de segurança, do Instituto Médico Legal.

VULNERÁVEIS - As universidades também desenvolvem trabalhos voltados à população vulnerável por meio do Numepar (Núcleo Maria da Penha) e Núcleo de Estudos e Defesa de Direitos da Infância e da Juventude.

SERVIÇO:
Portal de Evidências Científicas da UEM -  http://www.cpr.uem.br/index.php/covid-19-evidencias
Disque coronavírus:
UEL - 0800-400-1234
UENP - 0800-645-1525
UEPG - 0800-200-4300
Unicentro - 0800-642-0019



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Ações de extensão universitária reforçam apoio à populaçãoFoto: Fundação Araucária
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro
Paraná informa